Penny Dreadful: City of Angels: Ameaça e tensão na promo do episódio 8

Natalie Dormer em cena de Penny Dreadful City of Angels
Natalie Dormer em cena de Penny Dreadful City of Angels (Imagem: Reprodução)

O Showtime divulgou a promo de “Hide and Seek”, oitavo episódio da primeira temporada de Penny Dreadful: City of Angels. Pela prévia, o próximo capítulo, que vai ao ar no dia 14 de junho, promete muitos confrontos, tensão e perigo envolvendo a criança demoníaca.

Confira:

A série de drama e fantasia é derivada de Penny Dreadful, antologia estrelada por Eva Green e exibida entre 2014 e 2016. Diferente da trama original, que era ambientada em Londres durante o período vitoriano, o spin-off se passa na Los Angeles da década de 1930 e envolve forças sobrenaturais e mitos ocultos do folclore mexicano. A nova história foi desenvolvida por John Logan, mesmo responsável pela produção original.

Na trama, repleta de tensões sociais, dois detetives investigam um assassinato. No entanto, rapidamente o caso ultrapassa os limites do habitual e se transforma em uma situação bem complexa e misteriosa. A dupla estará no meio de forças sobrenaturais.

O elenco da série derivada conta com Natalie Dormer, Nathan Lane, Daniel Zovatto, Kerry Bishé, Jessica Garza, Johnathan Nieves, Lorenza Izzo, Piper Perabo, Amy Madigan, Adriana Barraza e Brent Spiner. Rory Kinnear, intérprete de John Clare – o Monstro de Frankenstein na antologia, dá vida ao Dr. Peter Craft no spin-off.

O próximo episódio de Penny Dreadful: City of Angels vai ao ar no próximo domingo, 14 de junho.

Assista ao trailer da primeira temporada:

 

Diferenças

John Logan deu alguns detalhes e falou as distinções entre a antologia original e a nova série. “Penny Dreadful: City of Angels terá uma consciência social e história que nós escolhemos não explorar na história de Londres. Vamos lidar com problemas políticos, sociais, religiosos e raciais bem específicos do mundo real. Em 1938 Los Angeles estava enfrentado sérias perguntas sobre seu futuro e sobre sua alma. Nossos personagens precisarão fazer o mesmo. Não existem respostas fáceis”, afirmou. “Como sempre no mundo de Penny Dreadful, não existem vilões ou heróis, somente protagonistas e antagonistas; personagens complicados e conflitantes vivendo todas as dificuldades de fazer a escolha moral”.