Penny Dreadful: City of Angels: Assista à tensa prévia do segundo episódio!

Natalie Dormer em cena de Penny Dreadful: City of Angels (Imagem: Divulgação / EW)

Penny Dreadful: City of Angels, nova série do Showtime, estreou ontem, 26 de abril. Ambientada na Los Angeles da década de 1930, a produção é derivada de Penny Dreadful, antologia que se passou em Londres no período vitoriano, e que reuniu diversos personagens famosos da literatura de terror. Na nova trama, tensões políticas e sociais se misturam com muitos mistérios e elementos sobrenaturais.

O Showtime já divulgou a prévia do segundo episódio, intitulado “Dead People Lie Down”, que será exibido em 3 de maio.

Confira:

A nova série de fantasia, drama e terror é ambientada na Los Angeles da década de 1930. Cercada de grandes mistérios, a produção ainda traz diversas tensões políticas e sociais. Na trama, dois detetives investigam um caso de assassinato, mas esse não é apenas mais um crime. A situação logo se transforma em um mistério bem complexo, com várias conexões com o sobrenatural. Mitos ocultos e elementos sobrenaturais do folclore mexicano serão abordados na série.

O elenco conta com Natalie Dormer, Daniel Zovatto, Nathan Lane, Johnathan Nieves, Kerry Bishé, Jessica Garza, Amy Madigan, Adriana Barraza, Lorenza Izzo, Brent Spiner e Piper Perabo. Rory Kinnear, que no programa original deu vida à John Clare – o Monstro de Frankenstein, no spin-off interpreta o Dr. Peter Craft.

Confira alguns dos comentários da crítica:

“Ninguém vai criticá-lo por não levar a mitologia de Drácula a sério o suficiente, mas há uma riqueza de religião e folclore mexicano-americanos que estão sendo tratados com uma superficialidade desconfortável aqui.” – Dan Fienberg, Hollywood Reporter.

“No cenário, no tom e em várias performances refinadas e sugestivas, City of Angels se consolida como um excelente participante no gênero de terror na TV.” – Daniel D’Addario, Variety.

“Menos místico do que seu antecessor, mas refrescante, não simplesmente repetindo uma fórmula.” – Jonathan Roberts, The New Paper (Singapore).

“Se a série reduzisse suas tramas, os personagens poderiam brilhar mais, suas motivações se cristalizariam, em vez de parecer que são 20 personagens em busca de uma saída.” – Kristen Lopez, indieWire.

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.

ankara escort