Petição pede a troca de estátua racista por estátua de Chadwick Boseman em sua cidade natal

Moumento confederado na cidade de Anderson na Carolina do Sul
Moumento confederado na cidade de Anderson na Carolina do Sul (Reprodução/ Youtube)

A representatividade está cada vez mais presente nas discussões atuais, e com isso, a morte de Chadwick Boseman, ator que estrelou o filme Pantera Negra da Marvel, continua reverberando. Ele faleceu na última sexta-feira, 28 de agosto, aos 43 anos em decorrência de um câncer de cólon contra o qual lutava desde 2016. Agora, uma nova petição online surgiu pedindo que um monumento da cidade natal do ator, Anderson, na Carolina do Sul, seja substituído por uma estátua dele em sua homenagem.

Muita gente, provavelmente está se perguntando a importância que o ator teria nestes casos, mas além de ter atraído bilheterias em um filme de super-herói, que se mostrou bem mais que isso, inclusive, o primeiro do gênero a ganhar um Oscar, ele tinha também um trabalho social e humanitário, usando sua imagem pela causa racial.

DeAndre Weaver, um ex-aluno da Anderson University, criou uma petição no Change.org para que o atual monumento confederado da cidade fosse substituído por uma estátua de Boseman. O monumento atual existe desde 1902; entretanto, nos últimos meses, o debate para remover a estátua devido à sua insensibilidade racial aos negros americanos aumentou. A estátua permanece no local devido a uma lei da Carolina do Sul que proíbe a remoção de qualquer monumento confederado.

Ao estrear Pantera Negra, Boseman alugou o cinema da cidade para exibir o filme gratuitamente para a população, permitindo que todas as pessoas, independente de condição financeira pudessem assistir ao filme. Como estátuas representando pessoas envolvidas em práticas confederadas, coloniais ou outras práticas traumáticas continuam a ser derrubadas ao redor do mundo, não deveria ser uma surpresa que muitos dos residentes de Anderson também seriam a favor de se despedir de uma vez por todas ao monumento de sua cidade.

Uma inscrição na estátua atual diz: “O mundo ainda deve decidir, na luz clara e distante da verdade, que os soldados que vestiam o cinza e morreram com Lee estavam certos.”  Weaver explicou como essas palavras são prejudiciais em sua petição. Ele escreveu: “Nos últimos quatro anos, todos os dias enquanto caminhava para minha classe no centro, enfrentei um monumento erguido para um homem e uma ideologia que acreditava que eu era inferior”, disse ele. A petição já conta com milhares de assinaturas.

ankara escort