Petição pedindo demissão de Amber Heard de Aquaman 2 atinge número inacreditável

Jason Momoa e Amber Heard em cena de Aquaman (Imagem: Divulgação)

Amber Heard e Johnny Depp se divorciaram em 2016 em meio a diversas polêmicas e acusações de agressões. As queixas da atriz sobre as reações violentas do ex-marido durante discussões renderam bastante. Ela chegou até a entrar com um processo em que denunciava o ator, contendo imagens com machucados após ter sido supostamente agredida.

Depois disso, várias acusações de ambos os lados surgiram e eles têm travado uma disputa judicial. No entanto, nos últimos dias o caso ganhou mais um conturbado capítulo. O jornal Daily Mail divulgou um áudio de Amber Heard em que ela admite ter agredido Johnny Depp. A revelação causou muita agitação na internet, tanto que uma petição para que a atriz seja demitida de Aquaman 2 ganhou força.

Criado por fãs no Change.org, o abaixo-assinado já possui mais de 97 mil assinaturas. O documento pede que a atriz, que interpreta a Mera, seja substituída na sequência. “Desde o divórcio de Heard e Johnny Depp, ela tem sistematicamente criado uma jornada para arruinar Depp em Hollywood, repetindo vários relatos de incidentes falsos nos quais ela havia realmente abusado de Johnny Depp, mas mentiu e criou relatos falsos de que ele era o agressor”, diz parte do texto da petição, que pede aos estúdios responsáveis pela demissão da atriz do próximo longa. “Como Amber Heard é uma abusadora doméstica conhecida e comprovada, a Warner Brothers e a DC Entertainment devem demitir Heard de Aquaman 2.”

Novas informações sobre o caso não foram divulgados. Até o momento, a Warner Bros. e a DC não se pronunciaram.

Aquaman 2 tem lançamento previsto para o dia 16 de dezembro de 2022.

Assim com o longa de 2018, que foi um sucesso nas bilheterias, arrecadando US$ 1,148 bilhão ao redor do mundo, a direção da sequência também será de James Wan. Já David Leslie Johnson-McGoldrick assina o roteiro. E Jason Momoa retorna como o protagonista.

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.