Pico da Neblina
Pico da Neblina (Imagem: Divulgação/HBO)

Na pele de Biriba um dos maiores traficantes de São Paulo na série Pico da Neblina, que estreia neste domingo (04), na HBO, o ator Luis Navarro contou que teve que aprender mais sobre a maconha e se inspirou em pessoas que conheceu dentro da periferia paulista. O seu personagem não se considera um bandido, mas é conhecido na sua área como um pela venda de cigarros da erva. 

O seu convívio na periferia foi de suma importância para ser escolhido como protagonista da nova trama, além disso os produtores levaram em consideração o fato dele não ter um rosto tão conhecido para o grande público. A ideia é que os telespectadores se identifiquem com a maneira de se portar do traficante. Tarefa pouco complicada, pois por mais que o universo seja familiar, ele estava há um ano morando no Rio de Janeiro por causa de compromissos profissionais e no seu retorno teve que se inteirar novamente sobre as gírias e sotaques paulistanos. 

“Não sabia nem bolar um baseado e do nada caiu na minha vida esse papel. Voltei pra São Paulo e comecei a conversar com as pessoas. Eu me aproximei muito do meu sobrinho, que tem 17 anos, pra pegar gírias, jeito de andar. E comecei o questionamento de como bolar um baseado, vi que tem vários jeitos. O do Biriba é um cone, que é algo que a periferia não conhece. Ele é um cara mais cult, vive entre esses dois mundos, a periferia e a alta sociedade”, contou o ator em entrevista ao Notícias da TV. 

Navarro ainda se mostrou a favor da legalização da maconha no Brasil, diante dos estudos que fez por causa da série. “Mas sou contra menor de idade fumar”, ponderou. 

Pico da Neblina se passa em uma realidade fictícia na qual a maconha para o uso recreativo está legalizada no Brasil. Biriba é traficante de maconha e com a mudança passa a ser comerciante da droga através de uma loja que empresaria, apesar disso ele continua presente dentro do universo do tráfico, mesmo não se considerando um criminoso.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui