Playmobil: O Filme quer dar um golpe na mesa da LEGO

Playmobil: O Filme tem o desejo de encerrar o verão norte-americano com tudo. Sua estreia está prevista para o dia 30 de agosto, e o filme dirigido por Lino DiSalvo, um veterano diretor com muitos anos de experiência na Disney e o chefe de animação no primeiro filme da franquia Frozen, tenta cavar um espaço se apresentando como o rival perfeito da franquia LEGO O Filme.

 

 

Em busca do irmão perdido

 

Desesperada e transformada em um brinquedo Playmobil, Mara precisa correr contra o tempo para encontrar o seu irmão mais novo, Charlie, depois de ambos serem tragados pelo universo de figuras de plástico que eram os preferidos de nossa infância. Ou pelo menos da minha geração, que tem 40 anos ou menos.

Playmobil: O Filme tem de tudo: barcos pirata, circos romanos, carros velozes e todos os elementos típicos de uma animação de fantasia pensado no público infantil e infanto-juvenil. Nos últimos anos, os seus responsáveis adquiriram os direitos de licenças atraentes para o seu público alvo, como Caça-Fantasmas e Como Treinar o Seu Dragão, de modo que é possível que alguns dos seus personagens devem fazer uma aparição nesse e em hipotéticos filmes futuros. Dessa forma, Playmobil consegue ser uma resposta minimamente digna para o sucesso da LEGO nos cinemas.

No elenco, vamos encontrar as vozes de Anya Taylor-Joy, Gabriel Bateman, Daniel Radcliffe, Adam Lambert e Kenan Thompson, entre outros. Podemos dizer que Playmobil: O Filme é uma ambiciosa aposta para dar um golpe na mesa dentro do universo do cinema de animação, lembrando ao mundo que os brinquedos de plástico dessa marca estavam nos lares norte-americanos muito antes do LEGO chegar ao mundo.

O primeiro trailer oficial do filme promete uma aventura cheia de diversão, perigos e muitas risadas para a audiência mais jovem. Quem sabe eu dê uma chance para o projeto, algo que vai ser difícil com a minha agenda lotada e com tantos filmes para assistir em 2019.

 

bostancı escort