Polêmica: Stephen Amell faz denúncia e vizinho suja sua casa com cocô

Stephen Amell
Stephen Amell (Reprodução/ Youtube)

Se você achava que já tinha visto tudo em termos de brigas de vizinhos, pense novamente, pois isso incrivelmente acontece até com as pessoas famosas, que o diga Stephen Amell, responsável por interpretar Oliver Queen, o Arqueiro Verde em oito temporadas da série Arrow.

O ator e sua esposa denunciaram uma construção ilegal que estava acontecendo ao lado de sua casa, e isso gerou um tipo estranho de retaliação por parte de sua vizinha e responsável pela obra.

Segundo o astro, a construção estava sendo feita há mais de três anos, e o vizinha com raiva, fez cocô no telhado da casa de Amell após a denúncia. O ator usou as redes sociais para publicar uma foto da situação, e explicar o ocorrido.

“Nossa vizinha do lado está fazendo uma construção ilegal há mais de 3 anos. Cass [Cassandra Jean, esposa de Amell] ficou chateada com ela depois que fizemos todo o possível para sermos bons vizinhos. Cass a chamou várias vezes nos fins de semana do Memorial Day. No dia seguinte, ela entrou no nosso quintal e cagou no telhado”, escreveu ele na publicação.

Nas últimas semanas, a vida pessoal de Amell tem tido mais aventuras do que seu personagem na série da The CW. Ele foi criticado por fãs ao resolver continuar apresentando seu podcast normalmente, mesmo quando seu principal convidado na ocasião, o ator Grant Gustin, havia dito que não participaria em respeito ao Black Lives Matter, e aos protestos que estavam acontecendo nos Estados Unidos.

Nisso, uma seguidora, a escritora de quadrinhos Tee Franlkin, o acusou de ser racista e continuar pensando em ganhar dinheiro com seus anunciantes durante a comoção nacional. “F-k @StephenAmell ele está nos mostrando seu racismo por um bom tempo agora. E a esposa dele também. Grant Gustin também não se absolve, porque definitivamente não apoiou”, disse ela. O ator então respondeu: “Você me atingiu, e espero que isso faça você se sentir melhor. Acabei de te seguir, então se você quiser me ajudar a entender melhor [sobre o racismo], me ligue e poderemos conversar”. A escritora então achou o tom de Amell condescendente, não aceitando seu pedido de amizade.