Polícia investiga o ataque à sede do Porta dos Fundos

Especial de Natal Porta dos Fundos 2019: A Primeira Tentação de Cristo (Imagem: Divulgação)

No dia 3 de dezembro de 2019, estreou na Netflix o novo especial de Natal do Porta dos Fundos intitulado A Primeira Tentação de Cristo. A atração gerou muita comoção na internet, principalmente por parte dos religiosos que não gostaram do fato de Jesus Cristo ter sido representado como gay. 

Nesta semana, a sede da produtora do Porta do Fundos foi atacada nesta terça feira, e o caso está sendo investigado pela Polícia Civil do Rio. Segundo site Uol, a investigação não está sendo classificada como terrorismo e sim como prática de crime de explosão e tentativa de homicídio. 

Um vídeo está sendo analisado, onde mostra ao menos três homens jogando coqueteis molotov contra o prédio, além disso, o ato colocou em risco a vida de um vigilante.

O delegado Barucke comentou: “Houve um perigo grave e concreto contra um segurança que estava no local. Isso por si só já caracteriza tentativa de homicídio contra o segurança”.

O ator João Vicente esteve na delegacia com seu advogado e fez um breve pronunciamento sobre o caso. Ele disse: “Acho que a gente não está falando aqui sobre o Porta dos Fundos, mas sobre a liberdade de expressão. Estamos falando de um ato violento que a gente não vai permitir. O Rio não precisa de mais violência. Não precisa de mais grupos violentos. Precisa cortar esse mal pela raiz. O que aconteceu foi um atentado à liberdade de expressão”.

A Lei antiterrorismo foi sancionada pela ex presidente Dilma Rousseff em 2016. Entre os crimes previstos na lei está “atentar contra a vida ou a integridade física de pessoa”, com pena de 12 a 30 anos de prisão, e “Promover, constituir, integrar ou prestar auxílio, pessoalmente ou por interposta pessoa, a organização terrorista”, com 5 a 8 anos de reclusão”.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.

bostancı escort