Por causa da pandemia, Cirque Du Soleil decreta falência

Cirque Du Soleil
Cirque Du Soleil (Divulgação)

Uma notícia pegou o mundo de surpresa nesta segunda-feira, 29 de junho quando o Cirque du Soleil decretou falência. A empresa com sede em Montreal tomou a decisão em resposta ao fechamento forçado de espetáculos como resultado da pandemia do COVID-19. De acordo com o Las Vegas Review-Journal, o pedido de falência e a reestruturação da empresa provavelmente culminarão em uma nova propriedade até o final do ano. O preço para a empresa em si não foi divulgado, mas atualmente está selado em quase 1 bilhão de dólares em dívidas.

“Nos últimos 36 anos, o Cirque du Soleil tem sido uma organização altamente bem-sucedida e lucrativa”, disse o presidente e CEO do Grupo de Entretenimento do Cirque du Soleil Daniel Lamarre em comunicado. “No entanto, com receita zero desde o fechamento forçado de todos os nossos shows devido ao COVID-19, a administração teve que agir decisivamente para proteger o futuro da empresa”. Antes da pandemia global, o Cirque du Soleil operava 44 diferentes shows em todo o mundo, com seis deles operando apenas em Las Vegas. Outro ato famoso de Las Vegas operado pelo Cirque du Soleil é o mundialmente famoso Blue Man Group, que também está envolvido nesses processos legais.

“Como maior parceiro global do Cirque, a MGM Resorts entende que este é um momento difícil para a indústria do entretenimento, incluindo o Cirque”, escreveu George Kliavkoff, Presidente de Entretenimento e Esportes, MGM Resorts em um memorando da empresa. “Os funcionários impactados do Cirque receberam notificações e informações diretamente do Cirque sobre suas opções. No momento, não acreditamos que os arquivos do Cirque afetem nossa capacidade de reiniciar nossos shows quando apropriado e o retornem ao trabalho. No entanto, a decisão de restabelecer o entretenimento em nossas propriedades continuarão sendo impulsionadas por mandatos e diretrizes de saúde e segurança estabelecidos por agências governamentais e por demanda de negócios”. O Cirque du Soleil estava em funcionamento desde 1984.