Por coronavírus, decisão drástica é tomada sobre Big Brother

Big Brother Canadá
Elenco do Big Brother Canadá (Divulgação)

O COVID-19 veio como um furacão na vida das pessoas, mudando os hábitos, e espalhando muita tragédia. No mundo do entretenimento, os diversos cancelamentos e pausas não se restringiram aos eventos, e lançamentos do cinema e da televisão. Programas em curso estão entrando em pausa forçada como é o caso de Supernatural, que em sua última temporada, se encontra sem profissionais de efeitos especiais para dar um toque final aos episódios já gravados ou The Walking Dead que interrompeu as transmissões faltando apenas três episódios para o final da temporada. 

O problema agora afetou a produção de um dos realities mais populares do mundo: O Big Brother. A versão canadense do programa foi oficialmente cancelada pela Global TV, emissora que a exibe. Atualmente vários participantes se encontram confinados na oitava temporada do programa, e serão obrigados a abandonar o sonho de ganhar o prêmio devido à pandemia. 

“O Big Brother Canadá é um trabalho de amor para muitos, e mesmo que doa dizer adeus à temporada, é a coisa certa a fazer”, disse Arisa Cox, anfitriã do Big Brother Canadá. “Em nome das pessoas incríveis que montaram esse show, obrigado a todos que começaram essa jornada conosco. Por favor, tome cuidado e esteja seguro!”, disse ela. 

Diferente da versão brasileira, o reality canadense exibe apenas três episódios por semana (às quartas, quintas e domingos) e após mandar todos os participantes confinados para a casa, não tem a intenção de retomar sua produção. Os últimos episódios (sem um ganhador) serão exibidos nesta quarta, 25 de março, e na próxima, 01 de abril. O Big Brother Canadá se encerrará com apenas 12 episódios exibidos, em meio a muitas polêmicas. 

Na última semana, dois participantes foram expulsos. Jamar foi desclassificado após uma briga em que a produção considerou que ele era uma ameaça a outros participantes, enquanto Kyle que também estava na briga foi poupado. Depois que o público se manifestou nas redes sociais alegando que o primeiro só foi expulso por ser negro, e que o segundo era igualmente violento, ele também foi excluído pela direção.