Por pandemia, equipe da série do Brinquedo Assassino altera planos

Chucky
Chucky (Reprodução)

Chucky, o Brinquedo Assassino terá que aguardar um pouco mais para v9ltar a aterrorizar na televisão norte-americana. A produção da série inspirada na clássica franquia de suspense foi adiada por conta das limitações impostas pela Covid-19.

Desenvolvida pelos canais SYFY e USA Network, o set de gravações agora só deverá voltar a funcionar em 2021, segundo o site Deadline.  

Dirigida por Don Mancini, criador do conceito original e diretor de “Child’s Play” (1988) e Nick Antosca (Channel Zero) o elenco conta com Brad Dourif, que dá voz ao boneco e a atriz Jennifer Tilly.

As gravações aconteceriam entre os meses de setembro e dezembro deste ano, contudo, os produtores esperam manter os planos de estrear a série no ano que vem. 

A produção se passa anos após os eventos originais. Quando o boneco vintage semelhante à Chucky reaparece numa venda de garagem de uma pequena cidade é quando uma série de assassinatos começa a acontecer e ameaçam expor os segredos dos cidadãos. A produção para TV será uma nova etapa na franquia, que já conta com oito filmes produzidos entre 1988 e 2019.

Brinquedo assassino se tornou símbolo LGBTQ+

Em entrevista recente ao site SyKy Wire, o roteirista e produtor norte-americano Don Mancini, criador da franquia Brinquedo Assassino, na qual revelou que Chucky passou por várias fases no passar dos anos.

Conforme informou Mancini, o famoso personagem foi “de uma alegoria para o consumismo desenfreado a um símbolo da luta por direitos LGBTQ+”.

O profissional ainda ressaltou como cada filme, passou a abraçar uma identidade gay bem específica para a franquia. Nós abraçamos, com o passar dos filmes, uma identidade gay muito específica para a franquia. Eu acho que precisamos sempre estar atentos ao que está acontecendo na cultura, na sociedade, e usar Chucky para abordar esses temas de uma forma interessante e divertida”, explicou.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.