Por que a Mulher-Maravilha precisa de um jato se ela sabe voar?

Mulher-Maravilha #754 (Imagem: Divulgação / DC Comics)

A Mulher-Maravilha é uma das famosas super heroínas da DC, além de ter o poder dos deuses ela com em seu arsenal diversos equipamentos, entre os mais poderosos o Laço da Verdade, os Braceletes e o Jato Invisível. Contudo, este último é uma grande incógnita para os fãs mais novos e outras pessoas, afinal, pra que a Mulher-Maravilha precisa de um Jato Voador se ela pode voar? O site Comic Book respondeu esta pergunta.

Deve-se voltar aos primórdios das publicações de Mulher-Maravilha, quando foi criada por William Moulton Marston e Harry G. Peter, em 1941, a amazona não tinha o poder de voar, então para solucionar o problema de locomoção  durante as missões foi dado a ela o Jato Invisível, que também ajudava ela na furtividade. Voar era um poder para poucos, e a heroína só ganhou tal habilidade em Wonder Woman #98, de 1958, por Robert Kanigher e Ross Andru.

Com a reinicialização do Universo da DC em 1980, foi descrito que o poder de voar da Mulher-Maravilha foi um presente do deus Hermes, mesmo assim o Jato Invisível não foi deixado de lado. Em uma história de 1998, Wonder Woman: Secret Files #1, John Byrne contou durante o arco Planeta Invisível que uma nave especial foi dado de presente à Diana Prince por uma raça alienígena depois que ela salvou o planeta deles. A nave tinha uma conexão telepática com a heroína, podendo mudar forma à vontade de acordo coma vontade da dona, além de fornecer oxigênio para missões fora da atmosfera e disparar projéteis.

A nave ganhou o nome de Wonder Dome, contudo, ela chegou ao seu fim em Wonder Woman #201, em uma história por Greg Rucka e Shane Davis. Na HQ a Mulher-Maravilha transformou o Wonder Dome em um amplificador para ampliar ainda mais o poder sonoro de seus braceletes para impedir que um tsunami devastasse Themyscira. Tal feito acabou destruindo o Wonder Dome, e em seguida teve seu restos mortais transformados no que hoje conhecemos com o Jato Invisível.

Mesmo não tendo mais o poder que tinha quando era o Wonder Dome, o Jato Invisível ainda conseguia fazer algumas proezas como mudar de forma ou orbitar o planeta por alguns instantes, além de se adaptar a ambientes hostis e fazer o passageiro invisível também.

Na versão mais recente das histórias da DC, escrita por Natasha Irons, o Jato Invisível tem origem terrestre e foi usado por Steve Trevor, que acabou chegando na ilha das amazonas com ele. O jato tem a capacidade de se transformar em qualquer veículo, como mostrado em Wonder Woman #754, onde o jato se transforma em um nave espacial.

Finalizando, mesmo com a Mulher-Maravilha tendo a capacidade de voar, o Jato Invisível se torna indispensável em diversas missões da heroína devido às “mil e uma” utilidades que possui.