Não foi por acaso, obviamente.

Kevin Feige, chefe da Marvel Studios, explicou recentemente como foi o processo de escolha do Homem de Ferro para o primeiro filme da Marvel Cinematic Universe.

A Marvel Studios tinha todas as opções dentro do seu catálogo, menos os X-Men, o Quarteto Fantástico e o Homem-Aranha. Entre as principais opções, obviamente estavam Capitão América, Thor e Hulk. Então, eles formaram um grupo de sondagem formado por crianças, e no lugar de perguntar qual herói eles queriam ver no cinema, eles perguntaram com qual personagem eles gostariam de brincar com um action figure.

E a resposta foi Homem de Ferro.

Business, meu povo. A Marvel precisava de um sucesso lucrativo logo de cara, e Homem de Ferro entregou isso, sendo muito responsável no que chamamos hoje de Marvel Cinematic Universe, a franquia de heróis de maior bilheteria da história.

Vejam só. A Marvel pensou primeiro nos brinquedos que iria vender antes de ter um bom projeto. Mesmo com uma base forte de quadrinhos para criar uma história atraente. Tudo poderia ter dado errado (e já deu antes, com vários filmes da empresa que fracassaram), mas nesse caso deu muito certo.

E olha que a Sony podia ter ficado com todos os personagens da Marvel por apenas US$ 25 milhões. As escolhas de Jon Favreau e Robert Downey Jr. foram de Kevin Feige, e estas foram as decisões mais acertadas de sua carreira.

Ah, sim… e o Tom Cruise quase foi o Tony Stark.

Sabia disso?

 

Via Wall Street Journal