Por que Katherine Langford ficou de fora de Vingadores: Ultimato?

Era tanta gente em Vingadores: Ultimato, que o filme praticamente não teve rostos novos. Entre as poucas novidades, encontramos Linda Cardelini e Hiroyuki Sanada, ambas com pouquíssimo tempo de tela.

Outra das contratadas foi Katherine Langford (13 Reasons Why), que não teve o seu personagem revelado na época da contratação, o que resultou em todos os tipos de rumores. Então, ela não apareceu em Endgame, e Anthony e Joe russo decidiram contar o que aconteceu.

Langford foi eleita para dar vida a uma versão adolescente de Morgan, filha de Tony Stark e Pepper Potts. No filme, conhecemos a Morgan de cinco anos de idade (Lexi Rabe), mas no roteiro original de Vingadores: Ultimato, Stark voltava a ver a sua filha, já adolescente, pouco antes de morrer depois de usar as Joias do Infinito. Seria uma cena similar à de Thanos e Gamora no final de Guerra Infinita.

 

 

Joe Russo explica…

 

“Tony ia entrar na metafísica estação para onde Thanos foi quando ele deu o estalo. E veria uma versão futura de sua filha na estação. A ideia era que, como esses filmes lidam com a magia, a sua futura filha o perdoasse, dando paz para ele partir. E soaria bem, mas eram muitas ideias para um filme muito complicado.”

Ao que parece, a cena confundiu as pessoas que assistiram a versão de testes, e os irmãos Russo decidiram remover do filme: “Nos demos conta que não havia uma conexão emocional com a versão adulta de sua filha”, reconhece Anthony Russo.

Talvez faça sentido que Tony vá para essa espécie de limbo, mas entendo que a decisão dos irmãos Russo foi a mais acertada. O final que hoje conhecemos é muito mais dramático e emocional, além de ser direto na sua principal informação. Já basta toda a confusão que os viajantes do tempo deixou nas mentes daqueles que estão ávidos encontrando por furos de roteiro no filme.

 

Via SlashFilm

bostancı escort