Pôster de fã de O Homem de Aço dá as boas-vindas a Brainiac no DCEU

Brainiac (Divulgação / DC Comics)
Brainiac (Divulgação / DC Comics)

O Universo Estendido da DC se iniciou com o filme O Homem de Aço em 2013, Zack Snyder já revelou que tinha planos para apresentar mais inimigos e personagens e expandir mais ainda o universo dos filmes da DC. O Superman tem uma lista enorme de inimigos poderosos, e entre eles está Brainiac, um ciborgue extraterrestre. Um artista imaginou como seria uma sequência de O Homem de Aço com Brainiac como vilão principal e publicou um pôster mostrando a chegada dele.

Brainiac é considerado o segundo maior vilão do Superman, o primeiro obviamente é Lex Luthor. O ciborgue está 17º lugar da lista dos 100 maiores vilões feito pela IGN. Em suas primeira aparições, Brainiac só tinha como objetivo encolher cidades para acrescentar em sua coleção, sendo que uma das cidades que encolheu era de Krypton. Ao longo de sua trajetória nos quadrinhos, o personagem ganhou diversas mudanças sobre sua origem, além de formar uma “família” de Brainiacs.

O filme O Homem de Aço arrecadou US$ 668 milhões em bilheteria. O filme conta a história de origem do Superman, além de enfrentar seu primeiro grande inimigo, o General Zod. Com isso, ele deve lutar contra sua própria raça para impedir que destruam a humanidade. O elenco contou contou com Henry Cavill, Amy Adams, Michael Shanon, Diana Lake e Russel Crowe.

Veja abaixo o que a crítica disse sobre o longa metragem:

“O super-herói original recebe o senso de espetáculo que ele merece – mas este é um filme frio e sem emoções que nunca nos faz cuidar do Super-Homem da maneira que ele deveria se importar conosco” – Seb Patrick, Film4.

“Pode não ter vivido até o hype, mas Man of Steel ainda é o melhor filme moderno do Super-Homem, e vale a pena conferir, mesmo que o roteiro ofereça seu quinhão de decepções. Ainda assim, isso parece um sólido capítulo de abertura de Zack Snyder” – Josh Wilding, ComicBookMovie.com.

“O Homem de Aço está sentindo falta do humor e da diversão, consumidos pela seriedade das nuances escuras e do paladar de cores do produtor Christopher Nolan. Mas o tom foi uma correção de curso e a recompensa é ótima” – Ryan Syrek, The Reader (Omaha, NE).

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.