Produtor de Crise nas Infinitas Terras explica dificuldade para ter Ezra Miller em cena

Encontro do cinema com a TV: Ezra Miller e Grant Gustin em Crise nas Infinitas Terras (Imagem: Reprodução)

Crise das Infinitas Terras, crossover que conseguiu unir todas as séries do Arrowverse, aconteceu em dezembro do ano passado, mas sua importância foi tão grande que ela continua sendo assunto meses depois. Em suas redes sociais, o roteirista e produtor Marc Guggenheim falou que não esperava conseguir a participação de Ezra Miller, que interpretou o Flash, tal qual o fez cinemas em Liga da Justiça. Segundo ele, toda a equipe acredita que uma junção da TV e cinema não era possível já que a Warner Bros deixou claro que queria manter os dois meios bem separados.

“Havia certas coisas que sabíamos que não eram palpáveis ​​e o universo cinematográfico – antes dessa ligação – se enquadrava nessa categoria. O bom de fazer alguma coisa por anos é que você continua lá quando mudanças acontecem, como mudanças de pessoal, ou na filosofia e política da empresa, e por acaso isso aconteceu. E a confirmação [que eles poderiam usar um personagem do cinema] chegou depois de já termos terminado [de gravar] o crossover. Mas como dizem ‘antes tarde do que nunca’”.

Guggenheim continuou dizendo que colocar um pedaço do universo cinematográfico da DC em Crises foi algo que ele ainda se surpreende por ter conseguido fazer. “Se você me perguntasse, antes de trazer Christopher Reeve de volta à vida, o que você mais gostaria de fazer, eu diria que era incluir o universo cinematográfico, e ainda não consigo acreditar que fomos capazes de fazer isso. O mais engraçado é que assim que tivemos a aprovação [para ter Ezra como participação], ele se juntou a nós mais facilmente do que qualquer outra participação. Tiveram participações mais difíceis de executar, que exigiram mais criatividade de roteiro, maior logística, ou maior porte financeiro, e nesse caso tudo se encaixou bem”.

O produtor contou que precisou mandar a cena de Ezra para os roteiristas do filme solo de Flash para que eles tivessem certeza que a participação não iria contra algo que pudesse acontecer no longa sobre o flashpoint. “nós realmente trabalhamos de mãos dadas. Jim [Lee] era realmente ótimo em garantir que todas as partes estivessem conversando, que nada estivesse ficando parado. Ele era um líder de torcida quando precisava ser, um diplomata quando precisava ser. Ele realmente se destacou de todas as maneiras possíveis. Seu entusiasmo realmente ajudou a tornar isso possível”, finalizou. 

bostancı escort