Produtor revela mudanças SURPREENDENTES feitas pela Netflix em Castlevania

Cena de Castlevania (Reprodução / Netflix)
Cena de Castlevania (Reprodução / Netflix)

Castlevania é um dos animes de maior sucesso da Netflix. O seriado animado é baseado na franquia de jogos de videogame da Konami que são lançados desde 1986, e se tratando de uma história sobre vampiros e outros seres demoníacos, sangue, brutalidade e cenas de ação não faltam. A produção já conta com três temporadas e quarta já está garantida.

O produtor executivo Kevin Kolde, deu uma entrevista para o Animation World Network, onde revelou que o projeto Castlevania estava sendo produzido há muito tempo antes da Netflix ter interesse, e que a animação seriam muito mais sangrenta do que foi apresentado no serviço de streaming.

Kevin Kolde relatou: “Eles assumiram o projeto bem rapidamente, mas eu acho que ainda era uma decisão difícil, porque eles estavam lidando com muitas animações que eram voltadas para as crianças, e essa era uma animação bem mais adulta. Mas nós tivemos sorte o bastante de trabalhar com pessoas como Larry Tanz e Sam e Adam Deats da Frederator Studios, que decidiu que valia a pena produzir nossa série”.

Sobre as cenas que foram mudadas quando Netflix se juntou ao projeto, o produtor executivo contou: “Nos primeiros episódios, nós temos cenas onde as pessoas são despedaçadas por esses monstros, e há até mesmo uma criança no chão com suas vísceras espalhadas. Havia também uma cena onde um monstro carrega um bebê em suas mandíbulas”.

A primeira temporada de Castlevania estreou em 2017 e a história é baseada no jogo japonês de 1989, Castlevania III: Dracula’s Curse. Na trama, após a morte esposa, Vlad Dracula Tepes decide reunir um exército e declara guerra contra o povo da Valáquia. Trevor Belmont une forças com Sypha Belnades e Alucard para derrotar o poderoso vampiro. Elenco de voz contou com Richard Armitage, James Callis, Graham McTavish, Alejandra Reynoso, Matt Frewer e Emily Swallow.