Produtores tomam decisão sobre dublagem de personagens não-brancos em Os Simpsons

Hank Azaria como Apu em Os Simpsons (Reprodução)

De acordo com uma matéria da Variety, Hank Azaria não dublará mais o personagem Apu em Os Simpsons. Segundo informações. os produtores da série animada emitiram um comunicado na sexta-feira (26) dizendo que, a partir de agora, atores brancos não mais dublarão personagens não-brancos. A notícia de tal decisão foi divulgada pouco depois que Mike Henry anunciou que não vai mais dublar o personagem Cliveland Brown, de Family Guy, outra série animada de comédia da Fox.

Já tem um tempo que Os Simpsons tem sido alvo de inúmeras críticas sobre o assunto, principalmente por Hank Azaria interpretar Apu, que é um personagem indiano. O assunto sobre Azaria deixar seu personagem vem desde janeiro, após intensas discussões crescerem por conta do documentário The Problem With Apu (O Problema com Apu, em tradução livre), feito pelo comediante Hari Kondabolu. O documentário explorou como as pessoas de ascendência sul-asiática se sentiam em crescer com Apu como um de seus únicos representantes na televisão americana.

Os Simpsons adicionou Kevin Michael Richardson, que já havia sido um membro recorrente do elenco, para se tornar membro principal das temporadas. Atualmente, Richardson dá voz a muitos dos personagens afro-americanos do programa.

Contudo, várias outras produções animadas estão acertando as contas por escalarem dubladores brancos para interpretar personagens não-brancos. Na semana passada, Jenny Slate anunciou que não interpretaria mais a personagem Missy em Big Mouth da Netflix. Kristen Bell também disse que estaria deixando sua personagem na série animada Central Park da Apple TV+.

Alison Brie, que emprestou sua voz para Diane em BoJack Horseman, foi às redes sociais mostrar arrependimento por ter aceitado o papel. No comunicado ela escreveu: “Em retrospectiva, gostaria que eu não tivesse sido a voz de Diane Nguyen. Agora, eu entendo que pessoas não brancas devem sempre ser a voz de personagens não brancos. Nós perdemos uma grande oportunidade de representar a comunidade vietnamita americana de forma respeitosa e correta, por isso peço sinceras desculpas. Eu admiro todos que se afastaram de papéis assim nos últimos dias. Eu aprendi muito com eles”.