Protagonista de Love, Victor, Michael Cimino revela quais as cenas mais difíceis de fazer

Victor (Michael Cimino) beija Benji (George Sear) em cena de Love, Victor
Victor (Michael Cimino) beija Benji (George Sear) em cena de Love, Victor (Reprodução)

O ator Michael Cimino, que interpretou o protagonista de Love, Victor, nova série do Hulu frustrou as expectativas dos fãs da série por não ser gay na vida real, tal qual o personagem, mas para ele poder vive-lo teve uma importância fundamental. Ele contou em entrevista que sempre ouviu conselhos errados de que interpretar personagens gays, faria com que o público acreditasse que ele era gay de verdade, mas ele não vê nisso um problema.

Tendo na série seu primeiro grande trabalho (antes ele havia atuado como coadjuvante em Anabelle 3), o ator contou ao site TV Insider qual foi as cenas mais íntimas, e que ele mais se dedicou a fazer. Em determinado momento da série, Victor, que trabalha em uma cafeteria, precisa fazer uma viagem de trabalho com seu colega (e crush), Benji (George Sear) e ir até outra cidade para consertar uma das máquinas.

Ambos acabam dormindo na mesma cama de hotel, e Victor puxa Benji para um beijo desajeitado, e Benji acaba o empurrando alegando que seu respeita seu namoro. “Senti que Victor está realmente esticando o pescoço e tomando uma decisão impetuosa, mas se ele não fizesse isso, ele não estaria onde está no final da temporada”, disparou o ator que não considera esta sua cena mais íntima, e sim a cena seguinte, em que os dois personagens estão no carro voltando para a cara, e rola um nítido clima de desconforto entre eles, mas segundo ele valeu a pena. “No final da temporada, Victor está muito feliz por ter olhado seu maior medo bem no rosto e conquistado”.

Felix (Anthony Turpel) e Victor (Michael Cimino) em Love, Victor
Felix (Anthony Turpel) e Victor (Michael Cimino) em Love, Victor (Photo by: Mitchell Haddad/Hulu)

Outro relacionamento importante do personagem foi com Felix (Anthony Turpel), melhor amigo do personagem. “Eu não acho que Victor realmente pensou que esse garoto que mora em seu prédio seria alguém que se tornaria tão essencial em sua vida. Foi muito casual que eles se conheceram porque, sem Felix, Victor não teria coragem de ser quem ele é”. Em determinado episódio, Victor abre o jogo para Felix e conta que é gay, acreditando que o amigo irá lhe virar as costas, mas acaba recebendo um caloroso abraço. “Eu literalmente não dormi na noite anterior à gravação desta cena. Fiquei acordado a noite toda por algum motivo. Quando fui me arrumar naquele dia, fiquei tipo: ‘Eu realmente quero acertar essa cena porque é muito importante para mim.’ Eu sinto que Anthony e eu realmente fizemos o nosso melhor, e felizmente tivemos um ótimo diretor para esse episódio”.