Protagonista de The Walking Dead brigou com roteiristas para evitar morte de personagem

Lew Temple como Axel em The Walking Dead
Lew Temple como Axel em The Walking Dead (Divulgação/ AMC)

Nem sempre os rumos que um programa toma agrada seus atores, e alguns deles têm total liberdade para reclamar com os produtores, e roteiristas, e foi o que Andrew Lincoln, protagonista de The Walking Dead fez ao perceber que um personagem morreria no início da terceira temporada da série. O tal personagem era Axel, interpretado por Lew Temple, que explicou Lincoln intercedeu por ele, pedindo que o personagem não morresse tão cedo como acontecia nos quadrinhos.

Axel apareceu pela primeira vez no início da terceira temporada, como um dos detentos que ocupavam a prisão que o grupo de sobreviventes de Rick invadiu, e foi morto no décimo episódio daquele ano, pelo Governador (David Morrissey). “Eu pensei que Axel seria parte integrante do grupo de sobreviventes, e eu estava meio que sendo levado a acreditar nisso”, disse ao KyTalk Live.

“Devido aos quadrinhos, eu estava ciente de que ele iria morrer, mas pensava que não fosse rápido”, continuou Temple, que recebeu uma ligação do showrunner Glen Mazzara avisando que o personagem tomaria um tiro ao se aproximar mais de Carol (Melissa McBridge). “Ele me explicou que as coisas estavam se movendo rápido. O governador ia aparecer, ele teria que matar pessoas. Ele não pode pular de um monte de tiros e não ter algum dano, ou ele seria impotente, essencialmente”.

O ator tentou convencer Mazzara a matar Allen (Daniel Thomas May), um recém-chegado que apareceu como parte do grupo liderado por Tyreese (Chad Coleman) antes de ele se assimilar ao exército do governador. Temple foi informado que a morte de Axel machucaria mais o público e seria de maior valor. “Fui notificado com três semanas de antecedência. Na época, me pediram para não falar sobre isso porque não estava definido ainda. Na verdade, Andrew Lincoln então foi falar com os produtores, e disse: ‘Acho que estamos cometendo um erro aqui, não vamos fazer isso ainda.’ Com isso eles começaram a considerar dar uma sobrevida a Axel. Depois todas as pessoas do elenco vinham até mim e diziam: ‘Sinto muito, ouvi sobre [a morte de Axel].” Temple revelou anteriormente que Axel deveria ser exposto como um serial killer que teria matado Beth Greene (Emily Kinney), meia-irmã de Maggie (Lauren Cohan) e a filha mais nova de Hershel (Scott Wilson).