Reality de perda de peso volta ao ar em reboot após críticas de telespectadores

The Biggest Loser
The Biggest Loser (Divulgação)

The Biggest Loser foi um dos realities mais populares dos Estados Unidos mostrando um grupo de participantes disposto a perder peso ao longo de alguns meses confinados. A atração de tão famosa, chegou a ter uma versão brasileira chamada O Grande Perdedor no SBT. Fora do ar desde 2016 na TV americana, a atração em seu término foi acusada de usar métodos pouco ortodoxos para fazer com que os participantes atingissem seu objetivo.

O programa retorna ao ar em 2020, com um anúncio feito neste fim de semana num painel da Television Critics Association. O apresentador e treinador Bob Harper, defende que a atração passou por um reboot, e está remodelada de acordo com as novas culturas, levando em conta a saúde dos participantes após tamanhas críticas.

“Esqueça isso – você precisa se divorciar de tudo que havia no passado. Estamos tentando abordar isso de todos os níveis – queremos dar a eles tudo em todos os níveis. Queremos que você tenha sucesso.”

Heather Olander, presidente sênior de desenvolvimento e produção de séries alternativas da Bice nos EUA, acrescentou: “Queríamos dar uma olhada no formato e garantir que ele reflita a saúde e o condicionamento físico hoje. Queremos que a mensagem seja sobre como ficar saudável e em um ambiente agradável”.

O novo treinador Steve Cook disse que cada participante “precisava atingir uma certa quantidade de calorias” todos os dias, e isso era monitorado. Os participantes dos bastidores trabalharam com nutricionistas para receber planos de refeições individualizados. Além disso, havia dois médicos na série que revisariam o trabalho de sangue e a dieta específica de cada pessoa durante a semana. Cook acrescentou que seu “objetivo de treinamento com a equipe atlética” era monitorado e se alguém se machucasse, eles se ajustariam a um novo regime de treinamento para compensar o que havia de errado com eles. A atração reestreia nos Estados Unidos no dia 28 de janeiro.