Responsável por Crepúsculo, Catherine Hardwick dirigirá filme sobre viking lésbica

Catherine Hardwicke (Reprodução)

A eterna diretora de “Crepúsculo“, Catherine Hardwicke, está envolvida em um novo projeto bem interessante. Ela irá dirigir a adaptação live action da série de quadrinhos “Heathen“, da autora Natasha Alterici que tem como protagonista uma guerreira viking lésbica.

A história, ambientada em um mundo de fantasia, ação e aventura, foca em Aydis, uma guerreira de origem viking que sofre preconceito dos habitantes da vila em que mora por ter beijado outra mulher. Por isso, e cansada de testemunhar as injustiças cometidas contra o sexo feminino de forma geral, ela declara guerra contra o todo poderoso Odin. Os quadrinhos de Alterici foram publicados pela primeira vez pela Vault Comics em 2017 com patrocínio de uma campanha realizada na plataforma Kickstarter, e tomam várias liberdades com relação à mitologia nórdica clássica, incluindo personagens como sereias, mulheres piratas e outros seres mágicos, explorando temas como feminismo e questões LGBTQ. “Natasha criou um clássico instantâneo que se liga de forma perfeita ao clima sócio político atual, ao mesmo tempo que é uma história de aventura atemporal. Estamos honrados de trazer Heathen às telonas“, declarou o produtor Adrian Askarieh.

Asgard

Por falar em Odin e cia, recentemente durante a Comic-Con a atriz Tessa Thompson confirmou que sua personagem Valquíria será explicitamente lésbica no próximo “Thor: Amor e Trovão”, dirigido por Taika Waititi. Ao ser perguntada qual seria sua primeira ação como nova governante do que restou do povo asgardiano, Tessa respondeu que Valquíria “está a procura da sua rainha”. O quarto filme do deus do trovão terá ainda Natalie Portman como a versão feminina de Thor, em uma decisão que surpreendeu a todos. Ao que tudo indica, o futuro da Marvel é realmente das mulheres.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort