Revelada máscara do Flash que seria usada em filme cancelado da Liga da Justiça

Membros da Liga da Justiça (Divulgação / DC Comics)

Liga da Justiça Mortal é um dos inúmeros projetos cancelados baseado em heróis da DC. O longa metragem começou a ser produzido em 2007 e contava com a direção de George Miller. Apesar do cancelamento, novidades sobre o filme continuam surgindo, onde já forma publicadas coisas como o capuz do Batman, o uniforme da Mulher-Maravilha e os esboços da Batcaverna. Agora, o podcast lightcastpod publicou em seu perfil no Instagram a máscara que seria usada pelo personagem Flash, que seria interpretado pelo ator Adam Brody (Shazam! e The O. C.).

Como podemos ver, a máscara feita por Ryan Unicomb não foi finalizada mas pode se ter uma ideia de que ficaria bem parecida com a utilizada pelo Flash nos quadrinhos. Na legenda podemos ver que divulgado que Unicomb está produzindo um documentário sobre Liga da Justiça Mortal e a produção leva o título de Seven Friends, contudo, o projeto ainda não tem data de lançamento.

Liga da Justiça Mortal passou pro diversos contratempos desde seu anuncio. O filme mostraria uma versão bem sombria da Liga da Justiça, onde apresentaria os heróis e em seguida cada um seguiria com seu filme solo. Desde que foi anunciado, o filme passou nas mão de diversos diretores, até George Miller assumir definitivamente o posto e iniciar a pré-produção. Em seguida, o atores foram escolhidos para os papéis dos super-heróis, e entre eles estavam Armie Hammer, Adam Brody, Santiago Cabrera, DJ Cotrona, Hugh Keays-Byrne e Common.

Mas o roteiro começou a sofrer diversas mudanças, e em 2008 tivemos a greve dos roteiros de Hollywood, o que prejudicou mais ainda o processo do filme. Algumas cenas seriam gravadas na Austrália, mas o governo local impediu que isso acontecesse. E as dúvidas sobre continuar o filme ficaram maiores com a estreia do MCU e a trilogia do Batman de Christopher Nolan dando um norte do que a Warner Bros. deveria fazer para ter sucesso no cinema. Liga da Justiça Mortal custaria em torno de U$S 220 milhões e teria efeitos visuais como os de Sin City e Capitão Sky.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.