Revelado o responsável por expulsar Sandy e Junior de programa de TV

O diretor Marcelo de Nóbrega foi o diretor que expulsou Sandy e Junior de programa no SBT e causou mágoa em Xororó (Imagem: Divulgação / Montagem – Spinoff)

A série documental da Globoplay, Sandy e Junior: A História, que revira a vida e carreira da dupla, tem dado o que falar na internet.  No Twitter, usuários especulam sobre quem seria o apresentador que expulsou os cantores de um programa. A história veio à tona narrada por Xororó, ainda ressentido.

 Eu não perdoo não. Tem umas mágoas do passado que não vão passar”, afirmou o sertanejo ao lembrar que os filhos foram expulsos, supostamente por um apresentador, que não teria gostado do excesso de seguranças acompanhando a dupla. Como resultado, os filhos do cantor saíram chorando. O pai de Sandy revelou ainda que ao retornar à emissora, tempos depois, ele e esta pessoa por pouco não resolveram a pendência nos tapas. 

O site NaTelinha descobriu que a pessoa sobre a qual Xororó referia-se era na verdade um diretor, Marcelo de Nóbrega, filho de Carlos Alberto de Nóbrega, de A Praça é Nossa. Ao site, o diretor do programa confirmou a história, ocorrida entre 1996 e 1998 (quando a dupla tinha entre 13 e 15 anos).

“Na ocasião, aconteceu isso sim. A história verdadeira foi que eles foram convidados por mim [para gravar A Praça É Nossa], inclusive, porque gosto muito deles, são muito queridos. Quando olho para fora, vejo chegando um ‘exército’ no SBT. Começou a entrar segurança atrás de segurança. Parecia que tinha chegado o presidente da República”, lembrou Marcelo.

A confusão teria ocorrido após os seguranças da gravadora dos cantores mirins bloquearem o acesso do elenco do humorístico aos camarins, impedindo até mesmo o ensaio com uma atriz que iria contracenar com os artistas mirins. “Perguntei ao responsável da gravadora se podia tirar os seguranças, porque eles começaram a barrar os artistas da Praça. Falei: ‘Não é para barrar os nossos artistas que vocês estão aqui’. Ele: ‘Não quero saber, se os seguranças não ficarem eles não gravam’. Ele me afrontou no meu programa, na emissora onde eu trabalho. Esse cara da gravadora foi o grande culpado. Falou: ‘Se você quiser, levo eles embora’, como se não precisassem da Praça. O meu sangue ferveu, fui proteger os meus artistas”, relatou.

Passadas mais de duas décadas do episódio, Marcelo de Nóbrega se disse arrependido pelo fato que devido a confusão, os pequenos teriam saído chorando da emissora. “Hoje, eu me arrependi do que fiz. Eu podia ter dado uma volta no quarteirão e contado até dez antes de gravar. Se eu pudesse voltar atrás, eu não faria, por serem dois artistas tão queridos quanto Sandy & Junior, porque eles saíram chorando de lá por uma grosseria de um profissional da gravadora que se achou mais importante do que o diretor e o apresentador do programa”, lamentou ele que disse ainda pensar em se desculpar com Xororó, mas tem receio da reação do parceiro de Chitãozinho.