Rivalidade existe? James Gunn abre o jogo sobre rixa entre Marvel e DC

James Gunn durante painel de O Esquadrão Suicida no DC FanDome
James Gunn durante painel de O Esquadrão Suicida no DC FanDome (Reprodução)

Geralmente uma concorrência entre marcas pode ser o estopim para uma rixa de fãs. Isso acontece no cinema também, com Marvel e DC, ambas as empresas que nasceram como editoras de quadrinhos (e ainda continuam) passaram a vender para o cinema suas adaptações. É natural que os fãs acreditem em uma suposta rivalidade entre elas.

Mas um episódio narrado por James Gunn pode desmentir essa teoria.Ele surpreendeu ao revelar uma visita de ninguém menos que Kevin Feige, o chefão da Marvel Studios, no set onde estava sendo filmado O Esquadrão Suicida, novo longa da DC.

Gunn falou em uma postagem em seu Instagram que chamou Feige para visitar o set do filme da concorrente que ele está dirigindo, ao responder a uma pergunta de uma fã que insistia em saber como a Marvel havia reagido à sua contratação por outro estúdio.

“Eu disse a Kevin Feige antes de aceitar o trabalho e ele foi muito legal e solidário como sempre é”, disse Gunn. “Ele só queria que eu fizesse um bom filme. Ele e Lou D’Esposito até vieram visitar o set e nos viram filmar. Não há a inimizade nos bastidores como há na comunidade de fãs”. Gunn, é claro, embarcou no filme como diretor já tendo escrito o roteiro.

A (quase) saída de James Gunn

Ambos os trabalhos vieram em um período de meses depois que ele foi temporariamente dispensado de seu cargo como diretor de Guardiões da Galáxia Vol. 3 depois que tweets picantes de dez anos atrás vieram à tona e causaram alvoroço online. Na época, o burburinho fez com que ele fosse demitido, mas praticamente todas as estrelas do filme pediram que ele voltasse, e algumas até ameaçaram não fazer o filme caso não fosse com o diretor. O Esquadrão Suicida está previsto para ser lançado em agosto de 2021.

ankara escort