Robert Downey Jr fala sobre papel polêmico em Trovão Tropical

Robert Downey Jr em Trovão Tropical/Reprodução

Hoje em dia Robert Downey Jr é um dos atores mais famosos e mais bem pagos de Hollywood, tendo cimentado seu nome no universo cinematográfico da Marvel, porém logo depois de assumir a armadura do Homem de Ferro pela primeira vez, ele concordou em participar da comédia Trovão Tropical interpretando um personagem que causa polêmica mesmo após 12 anos.

Na produção de Ben Stiller, Downey viveu o também ator australiano Kirk Lazarus, que passa por uma cirurgia de “alteração de pigmentação” para escurecer a pele e interpretar um personagem negro em um filme de guerra. Essa atitude é conhecida pelos americanos como “blackface”, e é considerada extremamente ofensiva.

Em nova entrevista concedida ao podcast The Joe Rogan Experience para promover seu mais novo projeto, Doolittle, Robert relembrou sua escolha e afirma não se arrepender: “Minha mãe ficou horrorizada. Quando o Ben me ligou e disse, ‘Ei, eu estou trabalhando em uma coisa’ – eu acho o Sean Penn não aceitou ou algo do tipo. Possivelmente para o melhor. E eu achei, ‘É, vou fazer isso, e vou fazer depois de Homem de Ferro’. Então comecei a pensar, ‘Essa é uma ideia terrível’.

Questão social

[…] eu posso levantar essa hipocrisia narcisista dos artistas e o que eles pensam que podem fazer. […] 90% dos meus amigos negros diziam, ‘Cara, isso é ótimo’, e eu não posso discordar dos outros 10%, mas eu sei onde meu coração está. Trovão Tropical é sobre o quão errado é a blackface, então eu sou uma exceção.

Segundo Robert, sua atuação abriu a discussão sobre o problema em Hollywood, que continua até os dias de hoje, com atores e atrizes brancos assumindo personagem de outras etnias e outras sexualidades, como foi o caso de Scarlett Johansson em A Vigilante do Amanhã: Ghost in the Shell, entre outros.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort