Homem de Ferro
Homem de Ferro (Imagem: Divulgação)

Vingadores: Ultimato marcou o fim definitivo de Tony Stark como Homem de Ferro, segundo o ator Robert Downey Jr., veterano da Marvel Studios, que passou anos interpretando o personagem, desde seu primeiro filme solo em 2008. De um fabricante de armas egocêntrico, Tony se tornou em super-herói altruísta, que fez um sacríficio para ajudar toda a humanidade, ao invês de simplesmente ter seu próprio final feliz ao lado da esposa Peeper (Gwyneth Paltrow) e da filha, Morgan (Lexi Rabe), de cinco anos, afastando assim o exército alienígena comandado por Thanos (Josh Brolin), com direito à viagem no tempo e tudo mais.

Se o manto do Homem de Ferro será ou não, passado para um sucessor, ainda não sabemos, mas poderia bem caber em Rhodey (Don Cheadle), na adolescente Harley Keener (Ty Simpkins) ou o potencial novo estreante do Universo Cinematográfico da Marvel Riri Williams, que na Marvel Comics veste sua própria armadura como Ironheart. Mas uma coisa é certa, o trabalho de Downey como o vingador de ferro terminou com a morte clara de Stark.

“A guerra para mim acabou”, disse Downey ao Parade quando perguntado se um retorno do Homem de Ferro era possível. “Pessoalmente, eu já desembarquei em ‘pastos mais verdes'” explicou ele indiretamente citando um papel mais importante em sua carreira, como o protagonista de Dolittle, onde ele se junta a vários grandes nomes, incluindo Antonio Banderas, Emma Thompson, Selena Gomez e Tom Holland, estrela do Homem-Aranha.

Downey está contente em deixar Tony Stark para trás, e relembrou seu Chaplin, o drama dirigido por Richard Attenborough sobre Charlie Chaplin que marcou Downey como seu primeiro papel que rendeu duas indicações ao Oscar de Melhor Ator.

“Eu não me relacionei com ele tanto assim”, disse Downey sobre o inventor muitas vezes problemático que virou super-herói na Marve. “Eu presumi que era meu destino construir esse personagem em todas as minhas experiências”.

Em uma entrevista ao Extra, Downey disse que “qualquer coisa poderia acontecer” em termos do retorno do Homem de Ferro – o MCU já introduziu a viagem no tempo e o multiverso – mas, no que diz respeito à sua volta, é algo realmente definitivo: “Desliguei minhas armas e eu sou bom em deixar para lá. Eu também acho que a Marvel está nessa jornada agora e tentando um monte de outras coisas. Estou animado por eles verem como tudo isso acontece. É difícil de projetar”.

Essas ‘outras coisas’ citadas pelo ator incluem Viúva Negra, estrelada por Scarlett Johansson e ambientada entre Capitão América: Guerra Civil e Vingadores: Guerra Infinita, além de novas propriedades como The Eternals, que serão lançadas no final deste ano, e Shang-Chi e a Lenda do Futuro.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui