Intérprete de Freddy Krueger conta se escreveu sequência de A Hora do Pesadelo

Robert Englund
Robert Englund (Reprodução)

Robert Englund, estreou nesta quarta-feira, 18 de março o programa True Terror do Travel Channel, mas sempre será lembrando como Freddy Krueger da franquia A Hora do Pesadelo. O ator revelou em uma entrevista recente que chegou a escrever um filme de seu personagem em uma sequência direta, que gostaria de atuar, mas precisaria de alguém para modernizar o script, já que ele escreveu nos anos 90, e de lá para cá a indústria cinematográfica mudou tanto que os gatilhos de terror inseridos naquela época, hoje não funcionariam mais.

“O problema desse script é que o escrevi há muito tempo e suas habilidades de suspense estão agora antiquadas”, compartilhou Englund com o site ComicBook.com. “As coisas que eu fiz para essa história que achei novas e legais são antiquadas, porque eu escrevi isso nos anos 90, então agora eu não seria capaz de atualizar porque não é tão avançado quanto as coisas que se usam hoje”.

“Eu enviei [um roteiro] no passado, em torno de [A Hora do Pesadelo: Os Guerreiros dos Sonhos], que mostraria a irmã mais velha da personagem Tina do primeiro filme, e ela seria apresentada como uma espécie de colegial em buscar de entender o que realmente aconteceu com sua irmã. Acho que seria realmente interessante descobrir a verdade sobre A Hora do Pesadelo aos olhos dos personagens, e então ela cumpriria o equilíbrio dos ingredientes, a receita é que você sempre precisa de uma mulher forte para levá-lo adiante. Sempre tem que ser visto pelos olhos de uma mulher forte, porque mesmo que sejam céticos, sábios e cínicos, ainda precisam perder parte de sua inocência sobre a escuridão e o mal que se esconde no mundo “, detalhou o ator.

Ele acrescentou: “Mas seria interessante para alguém tentar resolver o que aconteceu, olhando para trás, e você pode até tê-la mais velha agora. Você poderia tê-la como uma estudante de graduação, 28 anos, e apenas se perguntando o que aconteceu com sua irmãzinha anos atrás. Seria divertido de fazer”, finalizou. Os direitos à franquia são atualmente de propriedade de Wes Craven, embora nenhum plano formal para a continuação da franquia tenha sido anunciado.