Roteirista David Koepp fala da dificuldade de agradar os fãs

David Koepp (Foto: Divulgação)
David Koepp (Foto: Divulgação)

O roteirista David Koepp está há um bom tempo em Hollywood, e seu trabalho esteve envolvido em vários sucessos de bilheteria, incluindo Jurassic Park, Homem-Aranha e Indiana Jones e o Reino da Caveira de Cristal. Todos esses filmes têm uma coisa em comum, seja quando foram lançados ou nos anos seguintes: eles têm grandes fãs.

Por um lado, ter fãs associados a um filme pode ser benéfico, pois já existe uma base de suporte que ajuda a lotar os cinemas. Por outro lado, não é segredo que os fandoms podem ser difíceis de agradar, principalmente quando se trata de propriedades que existem há algum tempo. Esse é um problema que David Koepp encontrou durante sua carreira, como ele lembrou durante sua recente entrevista para podcast ReelBlend (via Cinema Blend)

Na entrevista, Koepp disse: “É muito difícil. Eu passei por isso no Homem-Aranha também. Porque na época, era uma história em quadrinhos, existia há 35 anos e era amada por mim e por outros. Fabuloso, empático – é apenas um design brilhante para um personagem: alguém que é realmente inocente, cometeu um erro e foi obrigado a pagar muito mais do que era justo, e vem tentando compensar isso desde então, mas manteve seu senso de humor. De qualquer forma, foi parecido com isso, quando o primeiro Homem-Aranha surgiu, a Internet era bastante jovem, mas já era bastante desagradável. Já havia se tornado um lugar inóspito. Sabe, é tipo em um jogo de basquete quando eles estão fazendo lances livres e os fãs adversários estão todos gritando, agitando coisas e batendo coisas juntos para tentar fazer você errar? Eu meio que senti que era assim escrever esses filmes, tanto barulho, tantas opiniões e tantos… fãs da Lucasfilm, em particular são os mais difíceis de agradar. Há muita pressão e pode ser muito perturbador”.