Roteirista de Splash: Uma Sereia em Minha Vida morre aos 90 anos

Bruce Jay Friedman (Foto: Divulgação)
Bruce Jay Friedman (Foto: Divulgação)

Bruce Jay Friedman, romancista e roteirista que ganhou uma indicação ao Oscar pelo roteiro do filme “Splash”, morreu na quarta-feira (3) aos 90 anos de idade. O anuncio foi feito por seu filho ao The New York Times. A causa da morte ainda não é conhecida.

De acordo com o site The Wrap, nascido e criado na cidade de Nova York, Friedman começou a escrever em revistas masculinas nos anos 50, antes de lançar seu primeiro romance, Stern, em 1962. Seu conto A Change of Plan foi adaptado por Neil Simon em 1972 através do filme The Heartbreak Kid. Em 1980, ele conseguiu seu primeiro roteiro produzido com Stir Crazy, dirigido por Sidney Poitier e estrelado por Gene Wilder e Richard Pryor, na trama dois homens que vem passando por uma série de problemas são acusados ​​de assalto depois de trabalharem usando fantasias de pica-pau para um trabalho em um banco.

Então, em 1984, Friedman co-escreveu Splash, o primeiro filme lançado pelo estúdio Touchstone Pictures da Disney. O filme estrelou Tom Hanks e Darryl Hannah como um casal que se apaixona, embora o personagem de Hanks não saiba que ele se apaixonou por uma sereia. O filme ganhou uma indicação ao Globo de Ouro de Melhor Filme Musical ou Comédia, bem como uma indicação ao Melhor Roteiro Original por Friedman no Oscar. Foi um sucesso surpresa nas bilheterias e é creditado por ajudar Hanks a chegar ao estrelato antes de seu grande sucesso “Big” quatro anos depois.

Outros livros escritos por Friedman incluem The Dick, The Current Climate e o livro de não-ficção The Lonely Guy’s Book of Life, este último foi adaptado para uma comédia romântica de 1984 estrelada por Steve Martin. Seu trabalho final foi o roteiro do filme Brazzaville Teen-Ager de 2013, que ele co-escreveu com Michael Cera.

Friedman deixa sua esposa, Patricia O’Donohue, quatro filhos, o músico Josh Alan Friedman, o cartunista Drew Friedman, o fotógrafo Kipp Friedman, e Molly Stout, e três netos.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.