Roteirista George Moura e diretor José Luiz Villamarim farão nova parceria nos cinemas

O diretor José Luiz Villamari e o autor George Moura (Imagem: José Miguel Júnior / TV Globo)

Após trabalharem juntos anteriormente no remake de O Rebu, na Globo em 2014, o diretor José Luiz Villamarim e o autor George Moura retornarão a parceria a adaptação do livro de Lúcio Cardoso Crônica da Casa Assassinada para o cinema.

De acordo com a coluna de Patrícia Kogut, do jornal O Globo, Moura acaba de finalizar o primeiro tratamento do roteiro, que será uma coprodução entre a Globo Filmes e Bananeira Filmes. Publicada em 1959, a obra é ambientada no sertão de Minas. Estruturado como uma troca de cartas que se iniciam com a chegada de Nina, mulher por quem Valdo, jovem oriundo de uma tradicional família mineira, se apaixona.  

Tida entre as melhores obras da bibliografia do autor mineiro, falecido em 1968, Crônica de uma Casa Assassinada já foi levado aos cinemas pelas mãos do diretor Paulo Cesar Saraceni em 1971. Produção esta estrelada pela lenda dos teatros Norma Bengell. 

O diretor José Luiz Villamarim tem se destacado pelas produções que assinou na TV nos últimos anos, como um dos responsáveis por um dos maiores sucessos na teledramaturgia na década passada: Avenida Brasil (2012). Além disso, também é o nome por trás da minissérie Justiça (2016), de Manuela Dias.

Atualmente, Villamarim está à frente da atual novela das 21h Amor de Mãe, da mesma autora, que está com a sua exibição suspensa devido a paralisação das gravações por causa da propagação da pandemia do coronavírus.

“A Globo me propôs que voltasse à direção de novelas. Li a sinopse da Manuela Dias e imediatamente me interessei. Amor de mãe, três e quatro personagens fortes, porque também tem a Isis Valverde. Mas propus fazermos uma coisa diferente, a novela inteira filmada. Por enquanto, está dando certo. Ainda não estamos no ar – final de novembro – e o ritmo está adiantado. O bicho vai pegar quando a novela estiver andando”, revelou ele em entrevista, quando ainda estava iniciando os trabalhos do folhetim, em entrevista ao jornal O Estado de S. Paulo.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.

bostancı escort