Roteirista revela problemas para tirar reboot de Spawn do papel; entenda

Spawn
Spawn (Divulgação)

Durante a San Diego Comic-Con 2019, o quadrinista Todd McFarlane, roteirista do reboot de Spawn, revelou que tem passado por alguns problemas, para fazer o filme acontecer. Acontece que ele está planejando fazer uma produção com classificação R-rated, já os executivos envolvidos no projeto querem uma censura menor.

“Os executivos têm voz no projeto, mas é como eu disse, é uma pequena luta para chegar ao topo da montanha, porque eu só queria fazer esse projeto como um filme sombrio de classificação ‘R’, enquanto eles preferem essas versões PG-13 de sucesso”, falou, revelando dificuldades para executar sua ideia. No evento, ele ainda falou que pretende ir até o fim, para conseguir tirar a ideia do papel. Ele até cogitou um financiamento coletivo, para arrecadar US$ 20 milhões.

Produção

“Olha só, eu sou implacável, sou como um cão com um osso. Eu vou chegar lá, eu te prometo. Eu vou chegar lá, porque vou bater o sistema. E aqui está o que eu farei: Vou fazer o filme como um projeto do Kickstarter. Vou precisar de 20 milhões de pessoas que possam me dar US$ 1 dólar. E eu farei esse filme e quando eu receber o dinheiro de volta, eu devolverei aquele US$ 1 dólar para cada um. E eles serão os meus produtores e tudo o que precisarei será de distribuição. E hoje isso é viável”, disparou.

Tudo que se sabe até agora é que o longa vai ser uma produção da Blumhouse, e Jamie Foxx será o anti-herói. Jeremy Renner fará Twitch, detetive aliado do anti-herói. Boatos revelam que Twitch vai servir de personagem central, e Spawn aparecerá menos. Todd McFarlane dirigirá o filme.

bostancı escort