Robert Downey Jr.
Cena de Robert Downey Jr. no trailer de Homem de Ferro 3 (2013), último filme-solo do personagem (Reprodução/YouTube – BRAMarvel)

Um dos personagens mais amados e também mais requisitados de todo o MCU, tendo aparecido dez vezes em trabalhos do Marvel Studios, o Homem de Ferro (ou Tony Stark, personagem de Robert Downey Jr.) teve três filmes-solo. Entretanto, muitos se perguntam se ele não deveria ter tido, ainda, um quarto longa. Em conversa com a revista Vanity Fair, dos Estados Unidos, roteiristas da Marvel responderam.

Christopher Markus e Stephen McFeely, que ficaram responsáveis por escrever o destino de Tony Stark na produção Vingadores: Ultimato, que chegou aos cinemas este ano, explicaram que, embora os três primeiros filmes-solo do herói tenham sido bem-sucedidos, o quarto filme não faria sentido na história. Portanto, não haveria motivo para um complemento nas produções.

“Você gostando ou não dos 24 filmes lançados pela Marvel, o capital que eles construíram permitiu fazerem coisas como um filme estrelado por um guaxinim e uma árvore, certo [citando Guardiões da Galáxia]? Já existiria um Homem de Ferro 4 se fosse qualquer outro estúdio”, iniciou Mc Feely na conversa com a Vanity Fair.

E completou em seguida: “Mas eles decidiram que não [não fazer uma quarta parte]. Decidiram que iriam arriscar em todas as outras coisas. Marcar território e dizer que ‘vamos terminar algo e tirar os personagens de cena’ é um tanto ousado, apesar de ser egoísta também. Mas foi ótimo para nós”.

Markus, por sua vez, explicou que a história do Homem de Ferro precisava se encerrar porque não poderia correr o risco de perder o sentido futuramente: “O fim é o que cimenta a coisa, que a costura e a faz crescer. E, sim, isso inclui tirar as pessoas da história e terminar seus arcos. Se Tony conseguisse voltar da morte, e Iron Man 4 estiver esperando por ele, nós teremos mais filmes”.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui