Todo mundo sabe que os longa-metragens têm um roteiro escrito previamente e, aos poucos, as produções vão virando os grandes filmes que assistimos nos cinemas. Embora muitas dessas cenas sejam gravadas, nem todas elas acabam sendo inseridas no trabalho final. Normalmente imagens desse tipo entram em DVDs com os extras, por exemplo. Com o atual sucesso Coringa não seria diferente.

Já pensando na consideração de prêmios, o roteiro original da história está disponível na história. Assim, quem assistiu ao longa nas salas pode verificar as diferenças entre o projeto inicial e aquele que, de fato, chegou aos telespectadores. O site Observatório do Cinema separou algumas dessas cenas e você acompanha abaixo.

Cuidado! O texto abaixo contém spoilers de Coringa!

Discussão de Arthur com palhaço

Arthur é demitido do Haha’s e acaba fazendo um pequeno escândalo no momento em que vai pegar suas coisas para deixar o local. Já na rua, ele é abordado por Randall, o mesmo palhaço que lhe vendeu a arma. Randall quer ter certeza de que o vilão não revelou a ninguém sobre a compra, já que houve o tiroteio no metrô e existem suspeitas.

Arthur e a carta

Logo no início de Coringa, Penny escreve várias cartas endereçadas a Penny Fleck, mas o magnata rejeita todas elas. É aí que Arthur, seu filho, fica encarregado de entregá-las pessoalmente no escritório dele. Ao chegar na Torre Wayne, ele acaba sendo agredido de forma brutal por seguranças dali.

Os diálogos com Sophie

A publicação observa que esta é a maior alteração entre o roteiro inicial e o que se viu nos cinemas. No filme, as interações entre Sophie e Arthur são todas frutos da imaginação do personagem de Joaquin Phoenix. No roteiro, os dois seriam amigos, sendo que Arthur a veria de uma maneira diferente, como um de seus flertes. Os dois aparecem conversando em diversas cenas não exibidas.

Por falar nos dois, quando Arthur descobre que seu relacionamento com Sophie não existe na vida real, uma cena bastante deprimente é descrita. O protagonista descobre no roteiro que Sophie tem um namorado e a encontra num momento íntimo com ele. Arthur decide discutir a escolha de sua filha Zoe, mas a cena não foi para o trabalho final.

No que diz respeito ao final de Sophie, existe uma dúvida entre os espectadores a respeito de Arthur, se ele teria ou não matado a moça e a filha dela. Embora o destino de ambas não fique claro no longa, ele é descrito com mais detalhes no roteiro, que as mostra assistindo a participação de Coringa na televisão.

O funeral

Em certo ponto, Arthur descobre que foi adotado e que a mãe adotiva, Penny Fleck, o maltratava. O protagonista acaba assassinando Penny na cama de um hospital. Embora a cena não tenha ido ao ar, o roteiro mostra o rapaz no funeral da mãe rindo em seu túmulo e evitando ser questionado pela polícia.

A cena final

Uma das cenas mais famosas do personagem Coringa é quando ele usa seu próprio sangue para desenhar um sorriso nas bochechas. Apesar da cena escolhida ser menos pesada, o roteiro pedia que ele usasse vidro quebrado do acidente de carro para cortar a boca e eternizar a cicatriz de sorriso.

Por falar no final da história, ela é parecida no roteiro e na produção que está nos cinemas. Existe apenas uma diferença: na prisão, já durante sua avaliação psicológica, Arthur recebe a tarefa de escrever um novo diário. Rindo histericamente, ele mostra o conteúdo do caderno: nenhum. Todas as páginas estão em branco.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui