Run Sweetheart Run: Amazon adquire direitos do terror da Blumhouse

Run Sweetheart Run (Imagem: Divulgação)

Segundo informações do Deadline, a Amazon Studios adquiriu os diretos de Run Sweetheart Run, filme de terror das produtoras Blumhouse e Automatik. Estrelado por Ella Balinska (As Panteras) e Pilou Asbæk (Game of Thrones), o longa fez sua pré-estreia no Festival de Sundance em janeiro e, anteriormente, tinha previsão de lançamento para maio.

Dirigida e escrita por Shana Feste (Amor Sem Fim), a trama acompanha a história da jovem Shari (Balinska), uma mãe solteira tímida e trabalhadora, que apesar de muita hesitação decide ir em um encontro, depois de ser incentivada por colegas de trabalho. Animada, a jovem vai para um encontro às cegas com Ethan (Asbæk), que inicialmente é tudo aquilo que sua foto mostrava, um homem charmoso e atraente. No entanto, a verdadeira natureza de Ethan não fica escondida por muito tempo. Rapidamente a situação fica bastante sinistra e Shari precisa encontrar um jeito de escapar pelas ruas de Los Angeles, fugindo daquele homem violento.

Além de Balinska e Asbæk, o elenco ainda conta com Clark Gregg, Aml Ameen, Dayo Okeniyi, Betsy Brandt, Shohreh Aghdashloo, Brandon Keener e Briana Lane.

O Amazon Prime Video ainda não divulgou a data de estreia de Run Sweetheart Run.

 

Críticas

Apresentado no Festival de Sundance, o longa de terror já possui algumas avaliações no Rotten Tomatoes, que, no geral, são positivas. O filme conta, até o momento, com uma aprovação de 71%, com base em 14 críticas.

Confira alguns dos comentários:

“Os primeiros dois terços do Run Sweetheart Run são divertidos para os fãs de gênero, um implacável jogo de gato e rato que é elevado por um desempenho forte e físico de Balinska, que é uma protagonista empática e convincente.” – Heather Wixson, Daily Dead.

“Ella Balinska é a ‘primeira e última garota’ no filme de terror da escritora/ diretora Shana Feste, repleta de emoções viscerais e comentários do mundo real.” – Mel Valentin, ScreenAnarchy.

“Run Sweetheart Run é amplamente bem-sucedido em tentar ter emoções de gênero com uma premissa feminista que se torna cada vez mais óbvia.” – Nick Allen, RogerEbert.com.

 

Formada em Jornalismo pela Universidade Federal de Ouro Preto (UFOP), apaixonada por literatura, cartas e pela magia do cinema. Escritora de histórias e trajetos dos amores.