Gladiador
Gladiador (Imagem: Diivulgação)

É muito comum que grandes atores e atrizes de Hollywood desistam de determinados papéis para então se arrepender quando os filmes em questão se tornam grandes sucessos. Mas esse não foi o caso de Russell Crowe, que recusou um papel de destaque na franquia “O Senhor dos Anéis“, é o que informa o THR.

Em entrevista com Howard Stern para o programa de rádio SiriusXM, Crowe confirmou que havia sido cotado para interpretar o personagem Aragorn e que receberia 10% do faturamento nas bilheterias, o que hoje em dia seria algo em torno de 100 milhões de dólares. O ator explicou que a recusa veio após um telefonema com Peter Jackson, durante o qual teria ficado claro que o diretor tinha outro nome em mente para o papel, o que mais tarde foi confirmado com a contratação de Viggo Mortensen. “Eu não acho que Peter Jackson me queria naquele filme. Ele foi forçado a falar comigo, porque houve um tempo no qual todo mundo queria que eu estivesse em tudo”, revelou.

Politicagem

Eu estava com ele no telefone, e tipo, nem acho que ele sabia [os filmes] que eu tinha feito. Eu apenas sabia que o meu instinto era que ele tinha outra pessoa em mente, e achei que ele devia ter o direito de contratar o ator que ele quisesse“, continuou. Russell foi então questionado se a Warner teria forçado Jackson a procurá-lo, o que ele também confirmou. Quando perguntado se teria se arrependido de perder um cheque tão gordo como aquele, Crowe respondeu: “Nunca havia pensado nisso. Apenas em situações [como essa] quando alguém é legal o suficiente pra fazer as contas pra mim“, brincou. O ator esteve promovendo sua nova série, “The Loudest Voice” (A Voz Mais Alta, em tradução livre) em exibição no canal Showtime.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui