Ryan Murphy fala quais são seus episódios favoritos da série AHS

Ryan Murphy e Jessica Lange
Ryan Murphy e Jessica Lange, cartazes de American Horror Story, em entrevista ao E! News (Reprodução/YouTube – E! Red Carpet & Award Shows)

Um dos criadores da série American Horror Story, o produtor Ryan Murphy, atualmente com contrato assinado com a Netflix e em fase de desenvolvimento de produções para o serviço de streaming, conversou com a Entertainment Weekly e contou quais são seus episódios favoritos das nove temporadas de AHS. Ele revelou um episódio predileto em cada uma das fases da atração.

Confira, de acordo com a ordem de preferência de Murphy:

  • 9 – Roanoke: Chapter Six

Amo esse episódio porque mudou o formato. Foi de uma história sobre casa assombrada para um REALITY SHOW”, disse o produtor à EW. E completou: “Provou para mim que nem toda temporada precisa ser um grande espetáculo”.

  • 8 – 1984: Red Dawn

“Amo essa temporada, tem sido um verdadeiro experimento e um SACO de fazer”, disse. Ele também destacou que ama o poder feminino de toda essa temporada, ressaltando a performance de Billie Lourd. “Fui tão inspirado por sua performance que estou escrevendo uma minissérie só pra ela! Ultra secreto, mas será meu tributo para seu talento”, afirmou.

  • 7 – Coven: The Magical Delights of Stevie Nicks

“Fui a um show do Fleetwood Mac logo após a temporada ir ao ar, e muitas pessoas jovens estavam lá porque Stevie apareceu em AHS e eles a amaram. Ela também. No palco ela começou a tocar Seven Wonders e logo antes de cantar disse que ‘essa é para o Ryan’. Eu chorei”, contou o showrunner, falando sobre a participação de Stevie Nicks.

  • 6 – Cult: Great Again

“Nunca esquecerei o dia em que filmamos a cena em que Ally (feita pela atriz Sarah Paulson) está assistindo as apurações e, então, Trump ganha e ela cai no chão horrorizada enquanto bebia vinho. Aquilo aconteceu comigo, então colocamos na série. Muitos membros da equipe estavam soluçando abertamente naquele dia, meses depois das eleições”, explicou.

  • 5 – Freak Show: Monsters Among Us

Ryan Murphy destacou a convivência com nomes do elenco, como a atriz Jessica Lange, e citou os diversos jantares que teve com ela e outros artistas da série. Ele também relembrou que se tratava de um período quente para o estado norte-americano de Nova Orleans, onde ocorriam as gravações. Apesar disso, tudo parecia ter saído de um sonho: “os sets, os figurinos, os atores reunidos”.

  • 4 – Apocalypse: Return to Murder House

Murphy destacou a ação de Sarah Paulson na oitava temporada: “Sinto que Sarah realmente elevou esse trabalho, como sempre faz. Gosto de continuar a desafiá-la porque honestamente acredito que ela pode fazer qualquer coisa”.

  • 3 – Hotel: Checking In

“Amo esse episódio por várias razões e a maioria delas envolve Gaga [a cantora Lady Gaga]”, disse o showrunner, ressaltando a atuação da cantora.

  • 2 – Asylum: The Name Game

Neste episódio, relembrou que Jessica Lange, após sua gravação de três episódios, reclamou com ele por conta do tom sombrio e também brutal atribuído aos episódios que ela havia feito. Ela também perguntou se não poderia ter uma apresentação musical. “Ela disse como uma piada, mas a ideia se encaixava perfeitamente com o que havíamos planejado”, revelou.

  • 1 – Murder House: Piloto

O primeiro da série é o favorito de Ryan Murphy. “A primeira temporada meio que reinventou o espaço para a narrativa antológica que eu amava na infância e inaugurou um novo jeito de fazer televisão (criativa e economicamente) e estou muito orgulhoso disso”, contou.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.

bostancı escort