Saiba como Stephen King foi convencido a apoiar sequência de O Iluminado

Doutor Sono
Doutor Sono (Foto: Divulgação)

Como sabido, o autor Stephen King não gostou muito do longa O Iluminado, dirigido por Stanley Kubrick, clássico de 1980. O filme, que traz um viés mais psicológico e secular, traiu a visão do escritor. Por causa disso, ele escreveu e produziu uma minissérie de TV e lançou uma sequência para o livro, que também ganhará filme: Doutor Sono.

“Eu sempre pensei que a maior diferença entre a minha perspectiva e a de Kubrick era essa: no meu romance, a história termina em fogo, e no filme dele, em gelo”, criticou King, no documentário A Night At The Movies: The Horrors of Stephen King (2011). “Eu costumo descrever O Iluminado, o filme, como um belo carro, mas sem motor”. Doutor Sono será dirigido por Mike Flanagan, o mesmo que dirigiu o filme da Netflix, Jogo Perigoso, também baseado na obra de King.

O desafio agora é unir as visões de King e Kubrick, que faleceu em 1999. Espera-se que o clássico seja uma fiel continuação do primeiro e que também aborde as ideias originais do autor. “A conversa que tínhamos de ter era se conseguiríamos fazer tanto uma adaptação fiel ao livro [Doutor Sono], mantendo as bases postas ali por King, quanto continuar habitando o universo criado por Kubrick”, disse Mike, ao Entertainment Weekly. “E essa era uma conversa que, para podermos começar com tudo, tínhamos de ter com o próprio Stephen King. Se ela não tivesse seguido o caminho que seguiu, não teríamos feito o filme”.

Convencimento

Mike revelou ainda qual estratégia usou para convencer o autor sobre a continuação desse clássico, nos cinemas. Ele disse que explicou para King porque era importante o projeto retomar, principalmente as imagens do Hotel Overlook, que consagrou-se no longa do diretor. “Nosso argumento deu surpreendentemente certo, e saímos da conversa não só com sua bênção para fazer o que fizemos, como também seu encorajamento”.

Flanagan ainda falou sobre os momentos mais estressantes que passou em sua vida. “O primeiro foi o envio do roteiro para Stephen King, e isso foi extremamente assustador, mas felizmente ele amou. E o segundo foi ao final [da pós-produção], quando o filme foi enviado para Stephen e para a família de Kubrick. Ambos responderam muito bem”, contou. Doutor Sono vai estrear nos cinemas no mês de novembro. O filho de Jack Torrance, Danny Torrance, volta aos 40 anos para salvar uma jovem com os mesmos dons paranormais que ele. Essa jovem é perseguida por um culto de vampiros de energia, que se alimentam de poderes espirituais. O personagem se vê forçado a mergulhar nos traumas do passado, que ficou no Hotel Overlook, anos atrás.