Saiba a confusão que rolou entre produtor e diretor de MIB Internacional

Tessa Thompson e Chris Hemsworth em MIB: Homens de Preto Internacional. (Sony)

De acordo com fontes do Hollywood Reporter, o diretor F. Gary Gray, de MIB Internacional, ameaçou abandonar a produção, em diversas ocasiões. Um dos motivos teria sido pelas diferenças criativas com o produtor Walter Parkes, que ajudou no primeiro filme da franquia. Tudo indica que o roteiro original de Art Marcum e Matt Holloway era mais contemporâneo. MIB: Homens de Preto – Internacional está em cartaz nos cinemas de todo o Brasil.

“Você não atrai Chris Hemsworth e Tessa Thompson se o roteiro não fosse bom”, falou uma das fontes do site. Parkes ficou em cima para revisar as reescritas do script, tanto na pré-produção como durante as filmagens. A confusão foi tão grande que os atores principais contrataram seus próprios escritores, para os diálogos do filme. O estúdio convenceu Gray a ficar, mas até pitaco o produtor Parkes quis dar na direção dele.

Segundo um dos entrevistados, a Sony não deu nenhuma orientação sobre as discussões entre diretor e produtor. “O estúdio foi um senhorio ausente”, falou a fonte. Até o momento, MIB Internacional está em segundo lugar de bilheteria brasileira, perdendo para o live-action da Disney, Aladdin.

Atriz

A saber, Tessa Thompson, a Agente M no filme, conversou com o The Hollywood Reporter, e deu sua opinião sobre o longa ser uma sequência ou spin-off. “Sinceramente, eu acho que é uma continuação do universo. É essencialmente 20 anos depois. Minha personagem, M, que tem essa experiência com extraterrestres, está na mesma linha do tempo que Tommy Lee Jones e Will Smith, que estavam trabalhando internamente na organização”, explicou.

bostancı escort