Saiba por que WarnerMedia não vai controlar HBO no Brasil

HBO Max
HBO Max, novo serviço de streaming da WarnerMedia Entertainment, que chegará a alguns países da América Latina e à região do Caribe (Reprodução/YouTube – HBO Max)

Os países de língua espanhola da América Latina e a região do Caribe terão uma nova administradora para a HBO e os produtos da marca. Foi fechado um acordo e a WarnerMedia vai assumir a função de única proprietária da marca HBO e dos demais serviços referentes a ela, o MAX, o Cinemax e o HBO Go. Com isso, a WarnerMedia adquire a participação minoritária da companhia Ole Communications na junção HBO Ole Partners.

A informação foi divulgada pelo portal Na Telinha, de acordo com anúncio oficial feito pela WarnerMedia por meio de uma nota. Entretanto, o Brasil não entrou nos planos da Warner. Dessa maneira, a companhia não vai controlar a HBO e os serviços referentes a ela no Brasil. O presidente da WarnerMedia International Networks, o empresário Gerhard Zeiler, disse que está interessado em negócios na região, mas não fará a transação agora no Brasil por conta de problemas pelos quais passa o setor audiovisual nacional.

“Temos a opção de adquirir os negócios no Brasil, mas não faremos isso no momento. Como dissemos, investimento direto adicional no Brasil não é atualmente atrativo para nós devido à incerteza regulatória existente no país. Apoiamos e continuamos otimistas quanto aos esforços em andamento para alterar a lei do SeAC de sorte a garantir que o setor de mídia tenha uma estrutura regulatória clara e previsível que promova o investimento e a inovação”, disse o presidente na nota, conforme publicação do site de notícias Na Telinha.

Os canais básicos do grupo na América Latina (canais da HBO e os já pertencentes à WarnerMedia) continuarão disponíveis para a região e não serão afetados pelo novo acordo. Acima disso, a decisão tomada recentemente deixa claro ainda, segundo o presidente da WarnerMedia, que será possível trazer o serviço de streaming HBO Max para a América Latina e para o Caribe. “Estamos entusiasmados em deter toda a HBO Ole Partners, que opera uma das principais redes de televisão premium com base em assinaturas da região. A aquisição nos permitirá levar versões locais do nosso próximo serviço de streaming nos Estados Unidos, o HBO Max, para os consumidores dos países de língua espanhola da América Latina e no Caribe”, disse.

Possui Mestrado em Comunicação e Graduação em Jornalismo. Pesquisa cultura pop e também trabalha com o tema.