Sebastian Roché
O ator Sebastian Roché foi confirmado no elenco da série Batwoman (Imagem: Divulgação)

A The CW confirmou durante o painel da New York Comic-Con 2019, a presença de Rachel Maddow em Batwoman, na pele de Vesper Fairchild. Além disso, a emissora também divulgou que Sebastian Roché foi escolhido para o elenco da primeira temporada como Dr. Campbell.

Roché ficou famoso pelos seus papéis nas séries The Vampire Diaries e The Man In the High Castle. Com essa aquisição, ele se junta aos demais do elenco como: Ruby Rose, Meagan Tandy, Dougray Scott, Elizabeth Anweis, Camrus Johnson, Rachel Skarsten, Nicole Kang e Gabriel Mann.

Crítica

A aguardada série, que estreou na TV norte-americana, no último domingo (06), recebeu uma boa aceitação da crítica especializada alcançando uma boa colocação no Rotten Tomatoes, chegando a conseguir a incrível marca de 76% de aprovação, com base nas 25 primeiras críticas.

Em suma, os críticos apontaram a atuação da atriz Ruby Rose, como a protagonista, foi mostrada como a personagem central, como uma dos destaques da trama. A quebra de paradigmas com a apresentação da primeira super-heroína abertamente lésbica a protagonizar uma série de TV, foi apontada também como um dos pontos altos da produção.

Entretanto, os críticos apontaram também, que alguns furos no roteiro, apresentaram discordâncias na narrativa como um problema, como é possível conferir nas críticas a baixo:

“Batwoman teve um começo defeituoso em um momento decisivo para o futuro da personagem. Enquanto Ruby Rose interpreta Batwoman com estoicismo, é nos momentos que mostram a vulnerabilidade de Kate Kane que Rose se destaca e reforça seu alcance”, escreveu Sara Clements, do Bloody Disgusting.

“Ruby Rose está muito divertida nesse papel. Ela é atrevida, sedutora, masculina, medrosa e fortinha, e mal posso esperar para ver o que mais ela traz para uma das minhas personagens lésbicas favoritas de todos os tempos”, comentou Heather Hogan, do Autostraddle.

“Batwoman realmente empolga quando está construindo o relacionamento adversário entre Kate e Alice, uma situação de lados opostos da moeda com vibrações semelhantes às de Batman e Coringa”, avaliou Vinnie Mancuso, do Collider.

“Os fatos de quem Kate é imediatamente tornam sua história de origem da Batwoman diferente e intrigante. Rose, uma escolha controversa para o papel, faz o possível para revelar os tremores da dor sob o estoicismo constante de Kate”, analisou Caroline Framke, da Variety.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui