Grace Jones
Grace Jones (Imagem: Divulgação)

Como se não bastasse os acidentes que aconteceram no set de Bond 25, mais um problema veio à tona, nos bastidores da produção. A cantora Grace Jones se demitiu do elenco, ao saber que teria poucas falas. Ela iria aparecer 34 anos depois de ter estrelado 007 – Na Mira Dos Assassinos.

A demissão dela irritou os produtores do filme, segundo o The Sun. “O retorno de Grace a 007 foi feito para ser um verdadeiro momento agradável para o público. Os chefes estavam realmente empolgados em tê-la. Acontece que Grace esperava ter um papel maior no filme e levou sua breve participação como uma ofensa. Grace Jones estava sendo preparada para uma cena ao lado do atual Bond Daniel Craig, seguindo seu papel memorável da vilã May Day em 007 – Na Mira Dos Assassinos”, dizia a publicação.

Além de Daniel Craig, nomes como Naomie Harris, Ralph Fiennes, Rory Kinnear, Ben Whishaw, Léa Seydoux e Jeffrey Wright, retornam para o elenco do longa. Já como novidades, a produção contará com Rami Malek, Ana De Armas, Billy Magnussen, David Dencik, Dali Benssalah e Lashana Lynch. Cary Fukunaga é o diretor da trama. O roteiro ficou por conta de Scott Z. Burns e Phoebe Waller-Bridge. A previsão de estreia do filme é para o dia 8 de abril de 2020.

Diretor

Depois de ter sido acusado de atrapalhar o desenvolvimento do filme, por estar jogando mais videogames do que dirigindo o longa, Cary Fukunaga resolveu se manifestar, com bom humor. “Está bem difícil, mas ainda é o melhor trabalho do mundo e nunca desrespeitei o elenco e a equipe que trabalham muito duro. Estamos juntos nessa, disse. “Quanto ao meu relacionamento com meu PS4, meu progresso em Red Dead Redemption 2 está congelado em 63% há meses e se alguém revelar o final, vou ficar muito chateado”, brincou.

Comentários

COMPARTILHAR

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui