Saiba quanto a mensalidade da Disney+ deve custar no Brasil

DIsney
DIsney+ (Imagem: Divulgação)

Depois de muita espera, e um ano de atraso, o Disney+ finalmente vai chegar ao Brasil no dia 17 de novembro. Porém, muita coisa mudou em relação ao plano inicial, dentre eles o valo da assinatura do serviço de streaming.

De acordo com informações de fontes do mercado, ouvidas pelo Notícias da TV, Disney+ deverá custar R$ 29 reais por mês, ou seja o serviço de streaming da Disney terá um preço parecido com o do pacote padrão da Netflix, que atualmente está custando R$ 32,90.

Ou seja, a plataforma já vai chegar ao Brasil praticando preço compatíveis aos serviços que já estão no país há alguns anos. A empresa optou em não ter um preço promocional de lançamento, ao contrário da Prime Video, serviço de streaming da Amazon, que cobra apenas R$ 9,90 aos seus assinantes.

O novo serviço da Disney vai ser até mesmo mais caro do que o Globoplay, streaming da Globo, que tem um custo de R$ 22,90 por mês. Vale ressaltar que o Globoplay já opera no país há anos, sendo inclusive o líder entre os serviços nacionais. Mas o grande diferencial do Disney+, é o seu catálogo recheado de sucessos que marcaram a infância de várias gerações. Nos Estados Unidos, o serviço custa em torno de US$ 69.99 mensais (cerca de R$ 381,39).

Na plataforma teremos clássicos como Branca de Neve e os Sete Anões (1937) até produções modernas gravadas em alta tecnologia de live-action, dentre eles Aladdin (2019), O Rei Leão (2019). A Prime Video ainda tem em seu catálogo grandes produções dos estúdios Disney, porém o acordo entre as duas empresas se encerra no próximo dia 30 de setembro, o que vai garantir ao Disney +, a exclusividade das produções da The Walt Disney Studios. Além dos grandes sucessos da Disney, o Disney + trará as produções da Marvel, Pixar e Lucasfilm, dentre elas, a franquia de Vingadores, e Star Wars.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.