Scorsese revela por que escolheu a Netflix para lançar O Irlandês

O Irlandês
O Irlandês (Foto: Divulgação)

Mais um sinal da mudança dos tempos. Há, digamos, 2 anos, imaginar que um filme do calibre de O Irlandês, dirigido por ninguém menos que a lenda Martin Scorsese, seria produzido e exibido na Netflix seria quase impossível. Hoje, porém, a realidade da indústria é outra. O diretor revelou em nova entrevista o verdadeiro motivo da escolha.

Em artigo da Variety, Martin afirmou que a plataforma não era sua primeira escolha, mas que se viu “obrigado” a procurá-la depois que o estúdio Paramount Pictures e a parceira STX demonstraram preocupação com o alto valor do orçamento, devido à necessidade de pesados efeitos especiais para rejuvenescer o elenco.

Nós precisávamos fazer um filme caro. A indústria está mudando de hora em hora – e não necessariamente para melhor – e muitos dos lugares que costumávamos procurar por financiamento no passado não estão mais disponíveis. Então começamos a conversar com a Netflix”, contou ele. “Concordamos em tudo, e mais importante ainda, queríamos fazer o mesmo filme. Então fomos em frente”.

O fato de “O Irlandês” ter 3 horas e meia de duração não ajudou em nada a convencer os estúdios tradicionais, que viram certamente um investimento de alto risco, na casa dos 175 milhões, sem garantia de box office nos cinemas. Já para a Netflix, que tem dinheiro de sobra e não depende de venda de ingressos, agarrou sem pensar duas vezes a chance de trabalhar com o prestigiado Scorsese.

Depois que anunciamos o acordo com o filme, tivemos vários outros diretores nos procurando e pedindo para trabalhar conosco. Reconhecemos que esse é um passo importante para eles, porém queremos trabalhar com os melhores”, declarou o CEO do streaming Scott Stuber.

Enquanto isso

A controvérsia maior, ainda continua com respeito à distribuição, com a plataforma oferecendo uma janela muito, muito menor de exibição nos cinemas, o mínimo mandatório para que um longa possa ser considerado pelo Oscar antes de seguir para o catálogo. O contrato com Scorsese, porém, prevê 26 dias, o que já é um avanço.

Os assinantes poderão conferir Robert De Niro, Al Pacino e Joe Pesci em toda a sua glória a partir de 27 de novembro.

Cresceu vendo filmes ao invés de brincar na rua. Fã de ir ao cinema sozinha. Críticas e notícias sobre o mundo do entretenimento.

bostancı escort