Sebastian Stan fala sobre a Marvel e possível saída do MCU

Sebastian Stan
Sebastian Stan como Buck Barnes na MCU (Imagem: Divulgação)

Um dos nomes mais antigos do Universo Cinematográfico da Marvel (MCU), que assim como Jeremy Renner Chris Hemsworth, está desde a fase 1 dos filmes do estúdio, Sebastian Stan, revelou em entrevista ao ComicBook durante a sua passagem pelo Fandemic Tour Houston sobre como se sente ao interpretar por tanto tempo o personagem Bucky Barnes.

“Fazer esses filmes traz muita emoção, porque faço parte disso há quase 10 anos. Você sente que estava em um estágio da vida no início, e agora deu alguns passos à frente. Estamos envelhecendo, e os personagens também… Então não se trata apenas de gravações, tem muito sentimento envolvido”, afirmou.

Tomando como exemplo os recentes desligamentos de Chris Evans e Robert Downey Jr, que eram responsáveis, respectivamente, pelo Capitão América e o Homem de Ferro, o ator ainda comentou sobre uma possibilidade de também deixar a MCU. “Não dá pra saber se um ‘adeus’ no MCU é realmente adeus. Nunca é definitivo. Eu acho que o Capitão América não será o mesmo sem Chris Evans… Mas isso não significa que o personagem está acabado.”

Falcão e o Soldado Invernal

Vale lembrar que o início das gravações de Falcão e o Soldado Invernal está marcado para ter início ainda neste mês de outubro e o elenco da série, que será disponibilizada na nova plataforma de streaming Disney+, já está se preparando para interpretar os seus respectivos personagens nesta nova produção.

Em uma foto publicada no seu perfil no Twitter, Mackie aparece ao lado de Sebastian Stan, Emily VanCamp e Wyatt Russell em um encontro para o começo dos trabalhos da nova trama. “Nos reunimos para dar as boas-vindas a Wyatt Russell, depois tudo ficou estranho… Por que não conseguimos ser tão bonitos quanto a Emily VanCamp?”, anunciou o astro na ocasião.

Amante das diversas formas de expressão cultural. Viciado em séries, e sempre por dentro das últimas novidades do cinema. Ama dramas e sempre tenta dar uma oportunidade para as fantasias, distopias e os longas de ação e terror.