Segundo diretor de Logan, Hugh Jackman precisou raspar o cabelo para filme funcionar

Logan versus X-24
Logan versus X-24 (Divulgação)

O diretor do filme Logan, James Mangold, explicou o motivo pelo qual Hugh Jackman precisou raspar a cabeça para que o filme funcionasse como deveria. Tanto o cineasta como o astro da Marvel participaram de uma Watch party do filme promovida pelo site ComicBook.com para comentarem com fãs alguns aspectos curiosos sobre a obra. Mangold tomou a decisão de fazer com que Jackman raspasse o cabelo para viver seu clone mais jovem chamando no longa de X-24.

Ele precisava encontrar uma aparência que diferenciasse os dois personagens, mas para fazer seu astro principal cortar o cabelo, dependia de o cabelo dele crescer rápido para continuar rodando as sequências posteriores, e isso levou um tempo até que eles batessem o martelo. “Aqui está uma foto que fiz de @RealHughJackman na preparação, tentando encontrar a aparência de x24 (Arma X)”, compartilhou Mangold. “Note que Hugh tem a barba de Logan que ele acabaria de fazer a barba antes de jogar X-24 no filme”, escreveu ele ao compartilhar uma imagem do ator já com o cabelo mais curto que de costume.

Em um tweet posterior, o diretor escreveu: “Tínhamos que descobrir como preparar Hugh entre o visual X-24 e o Logan durante a produção. Eu não fiquei feliz com seu visual X-24 até cortarmos todo o cabelo dele, o que obviamente significava que ele teria que interpretar Logan de peruca”, disparou Mangold.

Anteriormente ele havia falado sobre o motivo que o fez querer apostar no filme com um classificação para maiores de 18 anos, alegando que a história possibilitaria abordar várias emoções genuínas, e temas realmente adultos, e não somente abusar de violência ou sexo, mas temas, que existem nos quadrinhos, até mesmo psicológicos, que não caberiam em um filme de super-herói comum, com classificação 13 anos. Logan foi lançado em 2017 e marcou a despedida de Jackman que interpretava o personagem desde 2000.