Sem filhos, atriz se inspirou em relatos de outras mulheres para viver personagem de This is Us

This is Us
This is Us (Divulgação)

Faltam apenas alguns dias para que a nova temporada de This Is Us estreie na TV americana, e também aqui no Brasil através do streaming Fox Premium. A série que é focada na família Pearson, e principalmente nos três irmãos protagonistas mostrará um pouco mais do que está acontecendo com outros personagens sobretudo aqueles que terão importância no enredo que está sendo preparado para o futuro, como é o caso das filhas de Beth (Susan Kelechi Watson) e Randall (Sterling K. Brown).

Quem contou isso foi a própria Susan em entrevista a revista Entertainment Weekly, ao dizer que a série mostrará “o que está acontecendo com as garotas conforme elas estão ficando mais velhas e tentando se encaixar, o que está acontecendo com Tess [Eris Baker] e o que está acontecendo com Deja [Lyric Ross] e Annie [Faithe Herman] tentando encontrar sua voz, para onde elas querem ir, onde elas querem estar “.

“Eu sinto que há um monte de coisas da família Pearson surgindo, e dores de crescimento estão acontecendo – estamos lidando com isso.” Mas ela garante que Beth não vai ficar de fora, já que os novos episódios explorarão mais de sua nova carreira como bailarina, e dona de uma escola de dança. “Beth mudou-se para este grande reino com sua carreira de dança. Tivemos aquele [futuro profundo] flash-forward deste belo estúdio de dança. Então, [veremos] como ela progressivamente chega lá.”

“As pessoas, muitas vezes, podem associar uma pessoa a um personagem”, diz ela. “E eu realmente estou tentando me distanciar de Beth. Então eu acho que as pessoas ficariam surpresas com o quanto eu uso as experiências de outras mulheres que ouvi ao longo dos anos para criar Beth. Eu não sou mãe, eu não ser casada, mas ouvir o que as pessoas desejam, ainda, como uma mulher casada com filhos, os sonhos que ainda desejam, a maneira como ainda desejam ser vistas e ouvidas – isso nunca passou despercebido para mim. As pessoas querem ser vistas não apenas como a esposa e mãe, querem ser vistas como a mulher que são, e ainda têm sonhos e ainda têm objetivos e não se sentem uma pessoa completa o tempo todo, só porque elas são esposas e mães. Eles querem ser uma pessoa completa primeiro … Eu queria ter certeza de que ela era o tipo de mulher que lutava por isso”.

bostancı escort