Série de Sophie Turner é massacrada e motivo CHOCA

Sophie Turner em X-Men: Fênix Negra (Fox/Marvel)

Sophie Turner parece estar sem sorte, depois do massacrado final de Game of Thrones, que dividiu opiniões entre os fãs. Agora, a atriz está sendo espinafrada por causa de outro trabalho, Survive, e o motivo é bem chocante.

A nova série da atriz, mostra Jane Salas, sua personagem, que tem estresse pós-traumático e, como se não bastasse, tendências suicidas. Inclusive, ela chega a dizer que, se pudesse, se matava, enquanto depila suas pernas.

Para completar, a produção ainda mostra a jovem cheia de marcas que ela própria causou, por se mutilar, e chegou a exibir imagens de uma tentativa de tirar a própria vida, com direito a muito sangue. Ou seja, as imagens são bem chocantes.

Diante de tudo isso, a repercussão tem sido negativa. “De longe, [Survive] é a pior série do catálogo do Quibi [pronuncia-se cuibi]”, escreveu Brian Lowry, da CNN.

Uma das séries mais irresponsáveis que eu já vi”, reclamou Emily Todd VanDerWerff, da Vox.

“Honestamente, não sei o que é mais frustrante: a irresponsável ideação suicida ou as pedantes cenas de flashback”, lamentou no Vulture, Kathryn VanArendonk.

“A série, intencionalmente ou não, se esbalda na estética niilista e sangrenta do suicídio”, criticou a revista Time.

Recentemente, Sophie Turner entrou em outra polêmica ao dar uma alfinetada em outra atriz. “Fique em casa, não seja estúpido… mesmo que você ‘priorize sua liberdade ao invés de sua saúde’. Eu não dou a mínima para a sua liberdade, você pode estar infectando outras pessoas vulneráveis que estão ao seu lado. Então fiquem em casa, pessoal. [Sair] não é legal, nem inteligente. Essa é a verdade”, disparou ela após Evangeline Lilly dizer que estava burlando a quarentena proposta para tentar conter o avanço do coronavírus pelo mundo, causando revolta em seus seguidores nas redes sociais.

Jornalista especializado em entretenimento, consumista de streaming e cinemaníaco de carteirinha.

bostancı escort