Showrunner abre o jogo sobre amizade entre Negan e Daryl em The Walking Dead

Jeffrey Dean Morgan como Negan em “The Walking Dead”

Muitos fãs de The Walking Dead acharam interessante a junção entre os personagens Daryl, interpretado por Norman Reedus, e Negan, de Jeffrey Dean Morgan, que se uniram no episódio Look at the Flowers, que foi ao ar neste domingo, 29 de março, para tentar acabar de vez com os Sussurradores, que passaram a ter um novo líder após a morte de Alpha (Samantha Morton).

Mas para quem não se lembra, Daryl, juntamente com Maggie (Lauren Cohan) foi quem planejou a morte de Negan depois que Rick (Andrew Lincoln) quis que ele ficasse preso, ao invés de executá-lo. Com sede de vingança, a viúva de Glenn (Steven Yeun), nunca se conformou com a forma brutal pela qual o amado foi assassinado por Negan.

“Na nona temporada, ele foi o único que realmente trabalhou com Maggie na execução desse plano de talvez tirá-lo da clausura. E então, para Daryl, tudo isso é um relacionamento complicado, mas Daryl é um um cara muito pragmático e ele vê esse cara – ele fez algumas coisas boas, então eu não acho que isso se perca em Daryl”, esclareceu a showrunner Angela Kang em uma entrevista à revista Entertainment Weekly. “Mas, ao mesmo tempo, ele está pronto para chamar esse cara de melhor amigo? Acho que não”, continuou ela explicando ainda que a relação entre os dois não passou de uma quebra de gelo.

“Acho que há um pouco de degelo, mas acho que ele ainda não ama esse cara ainda. Não sei se ele confia totalmente nele. Ele estava ciente de que Negan estava se divertindo um pouco demais depois que ele pegou a arma dos Sussurradores, e Negan é um cara complicado, matou pessoas que eram muito importantes para Daryl. Para Daryl, a perda de Glenn e Abraham foi enorme, assim como todas as pessoas que morreram naquela guerra, e eu não acho que isso seja facilmente deixado para trás”, finalizou ela.