Showrunner explica cancelamento de I Am Not Okay With This

Sophia Lillis em I Am Not Okay With This (Foto: Reprodução / Netflix)

I Am Not Okay With This foi muito bem recebida pelo público. A atração contou a história de uma adolescente que descobriu que tem super poderes. Além de lidar com com a descoberta, ela também tinha que superar todos os dramas que a adolescência envolve. O final da primeira temporada deixou um enorme gancho e várias questões a serem resolvidas posteriormente, contudo, mesmo confirmando a segunda temporada, logo depois a Netflix decidiu cancelar a série.

Em uma entrevista para o Insider, o showrunner de I Am Not Okay With This, Jonathan Entwistle, falou explicou sobre o cancelamento de sua série. Ele falou que muitos fatores além da pandemia estavam envolvidos nisso. “Obviamente havia uma greve iminente dos roteiristas, o que foi definitivamente um grande acontecimento na Netflix. Estávamos trabalhando quase semana após semana, sem saber quanto tempo iria durar até que alguém puxasse o gatilho de algo que teria um efeito [sobre nós]”, disse Entwistle.

O showrunner pontuou que a pandemia agravou mais ainda a situação: “Quando a pandemia atingiu, saímos do escritório e houve definitivamente uma mudança no Netflix. Terminamos os roteiros e foi um trabalho árduo na sala dos redatores do Zoom. Nenhum redator diz que essas coisas são boas. Não é bom”.

Entwistle ainda falou sobre os custos para continuar a série: “Acho que vi algumas pessoas falando e os números estão corretos: algo entre US $ 5 a US $ 10 milhões por temporada de televisão para o PPE, para os testes e para as mudanças sistemáticas para torná-lo mais seguro”.

Substituto de Stranger Things

“Acho que um dos problemas que enfrentamos com ‘I Am Not Okay With This’ é que, de muitas maneiras, eu o considerei um programa menor e de nicho, e eles o consideraram um substituto para ‘Stranger Things’. Eu acho que quando eles estavam olhando para todas as finanças, o show era mais caro do que eles imaginaram que valia a pena”, acrescentou Jonathan Entwistle.

E finalizou: “E, de fato, quando o programa foi cancelado, voltei ao Netflix e disse: ‘Ei, você pode me deixar recortar as duas últimas cenas para que não haja diálogo e pareça que um homem apareceu para ela?’… mas eles não me deixaram”.

Formado em administração e psicologia. Adora cartoons, animes e series animadas. Atualmente faz curso de desenho com especialização em cartoons.

ankara escort